Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":

Home -- Portuguese -- Romans - 052 (God Selects whom He has Mercy on)

This page in: -- Afrikaans -- Arabic -- Armenian -- Azeri -- Bengali -- Bulgarian -- Cebuano -- Chinese -- English -- French -- Georgian -- Hebrew -- Hindi -- Indonesian -- Malayalam -- Polish -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Spanish? -- Telugu -- Turkish -- Urdu? -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

ROMANOS - O Senhor é a nossa Justiça
Estudos na Carta de Paulo aos Romanos

PARTE 2 - A Justiça de Deus está imóvel, mesmo após o endurecimento dos filhos de Jacó, seus escolhidos (Romanos 9:1-11:36)
3. Deus permanece justo mesmo que a maioria de Israel tenha ficado contra Ele (Romanos 9:6-29)

b) Deus escolhe quem ele terá misericórdia e a quem Ele endurecerá (Romanos 9:14-18)


ROMANOS 9:14-18
14 Que diremos pois? que há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma. 15 Pois diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer, e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia. 16 Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece. 17 Porque diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei; para em ti mostrar o meu poder, e para que o meu nome seja anunciado em toda a terra. 18 Logo, pois, compadece-se de quem quer, e endurece a quem quer.

Da revelação do Senhor a Moisés em Êxodo 33:19, vemos que Deus tem a autoridade para ter misericórdia de uma certa pessoa e continuar na sua misericórdia, se essa pessoa pecou ou não. Portanto, a seleção de Deus não depende das obras do homem, mas apenas sobre a misericórdia do Todo-Poderoso, e a salvação do homem significa sua justificação, sem mérito, por causa da graça ilimitada de Deus.

Também lemos no mesmo sentido em Êxodo 09:16 que o Senhor santo disse ao faraó, o mediador, que se encheu com os espíritos do Egito: "Mas de fato, para esta finalidade eu levantei-te, que eu possa mostrar o meu poder em você, e que meu nome seja declarado em toda a terra". Essa declaração divina inspirou Paulo a escrever: "Por isso, Ele tem misericórdia de quem Ele quer, e quem Ele quer Ele endurece" (Romanos 9:18).

Isto é certo por causa da santidade de Deus. No entanto, Deus não é um ditador, mas ele quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade (Romanos 11:32, 1 Timóteo 2:4, 2 Pedro 3:9). Se alguém abriu seu coração aos espíritos oposto a Deus, ou descende de uma família, um clã, ou pessoas cheias de pensamentos contrários a Jesus, entende-se que Deus permite que um líder nocivo se oponha abertamente suas ordens, mas Deus também pode provar o seu eterno poder, com respeito a tais grandes negadores.

Em resposta ao versículo acima da epístola de Paulo, alguns dizem que o Islã adota a idéia de que Deus desvia quem quer, e orienta quem quer, pois Deus, de acordo com sua santidade, tem o direito de enganar todos os homens, já que nenhum é justo. No entanto, Deus não se comporta desta maneira, como dizem as outras religiões, pois ele tem misericórdia de todos, e quem aceita a Cristo participa de sua própria escolha, pois Cristo é o único que nunca pecou.

Mas aquele que se obriga ao diabo, o pai de todas as mentiras, e ama o dinheiro mais do que Deus, não deve ser surpreendido se o Santo lhe permite cair completamente, e ser incapaz de compreender a palavra de Deus, como Jesus diz em seu evangelho segundo o evangelista João (8:43-45). Deus é livre para tomar essa decisão, mas participa homem da responsabilidade, dependendo se ele se arrependeu sinceramente ou não.

Para esclarecer este ponto para o leitor, que indicam que Paulo enviou estas reflexões, não para os gentios, mas para os judeus em Roma, para superar o endurecimento de seus corações. Ele esclareceu a eles que Deus iria os desencaminhar, embora ele tinha escolhido, se eles não abriram seus corações para a sua orientação no evangelho de Cristo. Esta epístola de Paulo não apresenta uma filosofia para todos, mas nos mostra como ele trata a dureza de coração dos judeus.

ORAÇÃO: Ó Pai celestial, nós adoramos você, porque você escolheu a nós pecadores na seleção de Jesus Cristo, e você nos concedeu o direito de se tornarem seus filhos, embora não sejamos dignos de sua seleção. Louvamos e te glorificamos por vossa misericórdia contínua e agradecer-lhe com todo o nosso coração, porque você não endurecer nós ou nos rejeitar, apesar dos nossos pecados, mas chamou-nos pelo seu amor excessivo santo.

PERGUNTAS:

  1. Por que nenhum homem digno de ser escolhido por Deus? Qual é a razão da nossa seleção positiva?
  2. Por que Deus endureceu Faraó? Como é que o endurecimento dos indivíduos, clãs e povos aparecer?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on February 15, 2012, at 08:35 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)