Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- John - 039 (The reason for unbelief)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bengali -- Burmese -- Cebuano -- Chinese -- English -- Farsi? -- French -- Georgian -- Hausa -- Hindi -- Igbo -- Indonesian -- Javanese -- Kiswahili -- Kyrgyz -- Malayalam -- Peul -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Somali -- Spanish? -- Tamil -- Telugu -- Thai -- Turkish -- Urdu -- Uyghur? -- Uzbek -- Vietnamese -- Yiddish -- Yoruba

Previous Lesson -- Next Lesson

JOÃO – A Luz Resplandece nas Trevas
Um Curso de Estudos Bíblicos no Evangelho de Cristo segundo João

PARTE 2 – A Luz Resplandece nas Trevas (João 5:1 – 11:54)
A – A segunda viagem a Jerusalém (João 5:1-47) – Emerge a hostilidade entre os Judeus e Jesus

5. A razão para a descrença (João 5:41-47)


JOÃO 5:41-44
41 Eu não recebo glória dos homens; 42 mas bem vos conheço, que não tendes em vós o amor de Deus. 43 Eu vim em nome de meu Pai, e não me aceitais; se outro vier em seu próprio nome, a esse aceitareis. 44 Como podeis vós crer, recebendo honra uns dos outros, e não buscando a honra que vem só de Deus?

Jesus despedaçou a armadura dos inimigos e mostrou-lhes o estado de seus corações e o destino que lhes aguarda. Ele apontou os maus intentos e a essência do mau caráter deles.

Ele não tinha necessidade do aplauso dos líderes dos homens, já que Jesus estava convicto de sua missão. Essa convicção não repousa sobre resultados aparentes de seus ministérios, e, se fosse honrado pelos homens, ele repassaria essa honra ao Pai. Ele nos ensinou a orar primeiro ao Pai do que a ele próprio, ensinando os Cristãos a clamar, “Pai nosso que estás no céu, santificado seja Teu nome, venha Teu Reino, seja feita sua vontade, assim na terra como no céu”. Jesus se negou a todas as intenções de buscar honra e glória. A glória de seu Pai era seu lema e o Zelo pela justiça de Deus o consumiu.

O amor de Deus é o incentivo na criação, redenção e perfeição. É o âmago da essência do Espírito Santo. O cumprimento da Lei e as laços da perfeição caracterizaram seu amor. Aquele que possui isso vive não para si mesmo e nem honra a si, mas honra aos outros, servindo-os em abnegação. Ele dá tudo o que tem aos pobres. O amor nunca falha.

Nenhum homem ama a Deus por conta própria, mas aquele que é atormentado pela imundície do pecado, que se arrepende e crê no amor de Deus em Cristo, confessará que o amor de Deus é derramado em nossos corações através do Espírito Santo a nós concedido, tal como Paulo fez. Esse amor aparece em sacrifício, humildade e paciência. Quem abre sua alma para o Espírito de Deus amará a Santa Trindade e todas as pessoas. Mas, aquele que se orgulha de si próprio, se achando bom, ele não é um verdadeiro penitente, mas um oponente ao Espírito de Deus. Ele é egoísta e não anseia por renovação, e nem percebe sua necessidade de um Salvador, mas endurece seu coração. Cristo não veio em nome de uma divindade estranha e desconhecida, mas em nome do Pai para revelar o amor de Deus e sua misericórdia. Todos os que rejeitam a Cristo provam que suas mentes estão bloqueadas para o amor de Deus, porque amam as trevas mais do que a luz e também odeiam os que nasceram da luz. Cristo informou seus oponentes sobre a aparição do anticristo que reuniria todos os egoístas para conduzi-los em rebelião contra o amor de Deus. Ele realizará milagres e imitará a Cristo.

Muitos podem não acreditar, preferindo o prazer mútuo ao verdadeiro arrependimento. Eles se acham bons, fortes e espertos! Eles não tremem diante do Santo e não percebem que apenas Ele é bom. Conceituar-se como bom é a causa da descrença e o orgulho é um sinal dessa atitude impostora. Aquele que conhece a Deus e que quebranta sua alma e confessa seus pecados, rejeitando toda glória e honra, mas que dá glória ao Pai e ao Filho eternamente, esse exalta a graça salvadora de Deus. Crer que somos pecadores perdoados nos livra de envaidecermos nossa conduta porque sabemos quem somos nós e quem Deus é. O amor transmite a verdade aos amigos; o homem orgulhoso engana a si e aos outros, se afastando do Espírito de Deus que nos torna humildes.

JOÃO 5:45-47
45 Não cuideis que eu vos hei de acusar para com o Pai. Há um que vos acusa, Moisés, em quem vós esperais. 46 Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele. 47 Mas, se não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?

Cristo foi mais além esvaziando o orgulho dos legalistas, e disse, “Eu não serei o acusador de vocês diante de Deus, o próprio Moisés os acusará. Ele lhes deu a Lei da Aliança que os condena. Vocês se esqueceram do amor e querem me matar em nome da Lei. Se afastando de Deus, vocês tem andado em trevas. Eu curei um homem doente no Sábado e vocês se desagradaram da obra de Deus; quer dizer, vocês me odeiam, a mim – o amor de Deus encarnado. Vocês se recusam a crer que essas são obras do Messias: seu espírito é rebelde e severo. Deus lhe concedeu a Lei para a vida e não para a morte. Se vocês se arrependessem, vocês ansiariam por um Salvador. A Lei e os Profetas são meros prelúdios para o Prometido. Vocês bagunçaram o sentido da Lei e permitiram que suas vontades julguem os mandamentos de Deus. Vocês não conseguem compreender as profecias. Seu espírito mal os impede de perceber a verdade, então permanecerão ignorantes e surdos, resistindo ao Espírito de Deus. Por causa de sua teima, vocês não creem na Palavra da Vida”.

PERGUNTA:

  1. Por que Jesus não aceita glória para si, tal como os outros aceitam?

QUIZ 2

Querido leitor,
nos envie as respostas corretas de 17 dessas 19 questões. Dessa forma os enviaremos a sequência dessa série de estudos.

  1. Por que Jesus visitou o templo e expulsou os mercadores?
  2. Qual é a diferença entre a devoção de Nicodemos e os propósitos de Cristo?
  3. Quais são os sinais do novo nascimento dos crentes?
  4. De que forma Cristo se assemelha à serpente no deserto?
  5. Por que os Cristo em Jesus não serão julgados?
  6. Em que sentido Cristo é o Noivo?
  7. Como recebemos a vida eterna?
  8. Qual é o dom que Jesus nos dá? Quais são suas qualidades?
  9. O que impede a verdadeira adoração?
  10. Como podemos receber a água viva?
  11. Como podemos nos tornar trabalhadores úteis na ceifa de Jesus?
  12. Quais são as fases do crescimento na fé pelos quais o oficial passou?
  13. Como Jesus curou o paralítico no tanque de Betesda?
  14. Por que os Judeus perseguiram a Jesus?
  15. Como e por que Deus trabalha com Seu Filho?
  16. Qual é a relação entre o Pai e o Filho, conforme explicado a nós por Jesus?
  17. Quais são os quatro testemunhos, e sobre quê eles testemunham?
  18. Por que Jesus não aceita glória para si, como os outros fazem?

Não se esqueça de escrever seu nome completo e endereço legíveis na folha do Quiz e não apenas no envelope. Envie para o seguinte endereço:

Waters of Life
P.O.Box 600 513
70305 Stuttgart
Alemanha

Internet: www.waters-of-life.net
Internet: www.waters-of-life.org
e-mail: info@waters-of-life.net

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 10, 2012, at 10:46 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)