Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- John - 004 (The word before incarnation)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bengali -- Burmese -- Cebuano -- Chinese -- English -- Farsi? -- French -- Hausa -- Hindi -- Indonesian -- Kiswahili -- Kyrgyz -- Malayalam -- Peul -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Spanish -- Tamil -- Telugu -- Turkish -- Urdu -- Uyghur -- Uzbek -- Vietnamese -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

JOÃO – A Luz Resplandece nas Trevas
Um Curso de Estudos Bíblicos no Evangelho de Cristo segundo João

PARTE 1 – O Brilho da Luz Divina (João 1:1 – 4:54)
A – A Encarnação do Verbo de Deus em Jesus (João 1:1-18)

1. A essência e obra do Verbo antes da encarnação (João 1:1-5)


JOÃO 1:5
5 A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.

Tudo que está com Deus é cheio de luz e puro. É acessível e belo. Nada, em sua esfera de influência, é sombrio. Tudo é claro, justo, honesto e santo. Não há lugar para impureza e sua adjacência. O Espírito Santo é puro e a luz do Senhor não resplandece com violência, mas gentilmente. Ela conforma e cura.

Os raios da luz de Cristo não estão confinados aos céus. Eles penetram as trevas e causam redenção. É uma maravilhosa graça que Cristo brilhe hoje em meio a toda essas trevas. Ele não desampara os perdidos, mas os liberta e os ilumina.

Temos de reconhecer a existência de um mundo de trevas em oposição ao mundo de luz. Não sabemos em detalhes como surgiram essas trevas. O evangelista João não nos revela esse segredo. Era seu propósito que nós conhecêssemos a luz e não que nos aprofundássemos sobre as trevas. Todos os homens e criaturas estão em trevas e o mundo inteiro é influenciando pelo maligno.

Você pode se perguntar: se Cristo criou o universo em harmonia com Deus, e isso tudo era bom, então, como que as trevas surgiram? Deus criou o homem à sua imagem, então como que estamos separados de sua glória hoje?

João não menciona Satanás pelo nome; aquele Satanás que desobedeceu a seu Senhor e que tentou extinguir sua luz. Ele sempre foi contra Cristo. Assim, ele perdeu a luz que foi-lhe conferida. Satanás se tornou orgulhoso e sedento de grandeza sem Deus. Ele tentou superar Deus. Foi assim que se tornou o príncipe das trevas.

Querido irmão, qual é o propósito de sua vida? Você procura grandeza, fama e autogratificação sem Deus? Se sim, então você pertence àqueles que estão em trevas, como o Maligno. Porque ele não permaneceu sozinho, mas envolveu milhões de pessoas com suas trevas. Olhe para o rosto das pessoas que passam por você nas ruas. Você vê luz ou trevas em seus olhos? O coração deles reflete a alegria de Deus ou a tristeza de Satanás?

O Maligno odeia Deus porque sua luz santa o julga. Ele não quer que a luz revele sua crueldade. Então ele se esconde e se camufla e tenta superar Cristo e aqueles que seguem sua luz. Esse traiçoeiro não pode agüentar a luz do Senhor, ele a odeia. Ele propositalmente cobre seu rosto e não pode ver a luz. O que assusta é que milhões de pessoas não vêem como sol de Cristo brilha na madrugada de seus pecados. Sabemos o que o sol é. Ele não precisa ser explicado. Ele é presente, brilhante, claro, radiante. Toda criança desde pequena sabe que o sol é fonte de vida.

Mas, multidões de pessoas não vêem a glória de Cristo e seu poder porque não querem compreender. Ideologias enganadoras cobrem seus olhos como um coberto grosso e, por isso, acabam rejeitando a verdadeira mensagem sobre a divindade de Cristo. Na realidade, eles não querem descobrir seus próprios pecados. Não querem se aproximar da luz e preferem permanecer em trevas. Eles não negam a si próprios e não confessam seus pecados. Tornam-se arrogantes e orgulhosos. Eles permanecem cegos à graça da luz de Cristo. As trevas competem contra a luz, mas a luz vence as trevas com seu amor. Então, quem é você? A Luz do Senhor ou as trevas do Maligno?

ORAÇÃO: Ó, Senhor, tu és a luz do mundo. Seguimos-te pela fé e por seu amor. Não andamos em trevas, mas temos recebido a luz da vida. Agradecemos-te porque não nos deixam sozinhos, com medo de sofrer sua fúria, mas somos chamados para sua luz resplandecente. Ilumine milhões de pessoas à nossa volta que não tem vêem brilhando à volta deles. Tenha misericórdia de nós, Senhor, nossa Luz!

PERGUNTA:

  1. Qual a diferença entre luz e trevas no sentido espiritual das palavras?

O povo que andava em trevas viu uma grande luz; e sobre os que habitavam na terra de profunda escuridão resplandeceu a luz (Isaías 9:2).

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 10, 2012, at 10:20 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)