Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":

Home -- Portuguese -- Romans - 031 (The Resurrected Christ Fulfills his Righteousness)

This page in: -- Afrikaans -- Arabic -- Armenian -- Azeri -- Bengali -- Bulgarian -- Cebuano -- Chinese -- English -- French -- Georgian -- Hebrew -- Hindi -- Indonesian -- Malayalam -- Polish -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Spanish -- Telugu -- Turkish -- Urdu? -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

ROMANOS - O Senhor é a nossa Justiça
Estudos na Carta de Paulo aos Romanos

PARTE 1 - A Justiça de Deus condena todos os pecadores, justifica e santifica todos os crentes em Cristo (Romanos 1:18 - 8:39)
C - Justificação significa um novo relacionamento com Deus e os homens (Romanos 5:1-21)

2. O Cristo ressurreto nos enche com sua Justiça (Romanos 5:6-11)


ROMANOS 5:6-8
6 Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. 7 Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. 8 Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

Após a revelação da ira de Deus e do julgamento justo, Paulo guia-nos ao arrependimento sincero, e quebrantamento de ego para que possamos estar preparados para aceitar a justificação pela fé, toma posse da grande esperança, e continuam no amor fiel de Deus. Embora tenhamos entrado neste salvação, também precisamos lembrar de nosso passado que não pode se tornar arrogante.

Todos os dons espirituais, a paz, graça, amor, purificação, fé, esperança e paciência não são produzidas por nós mesmos, nem pelos nossos poderes humanos. Eles são um resultado da morte de Jesus, que deu a vida não para seus irmãos amados, mas para os ímpios, entre os quais Deus nos vê. O homem é como uma bomba do mal. Ele corrompe não só a si mesmo, mas também outros. Assim, Cristo nos amou e morreu por nós.

A partir desta humildade, nós vemos o grande amor de Deus. Raramente encontramos alguém disposto a sacrificar seu próprio conforto, tempo, riqueza e facilidade, ou sua vida, para fazer avançar o bem-estar de seu irmão doente. Talvez alguém daria a vida por sua pátria, ou seus filhos, ou uma mãe iria sacrificar sua vida por seus filhos, mas ninguém estaria preparado para dar a sua vida para os criminosos e inimigos rejeitado, exceto Deus.

Este princípio constitui o ápice da nossa fé. Quando éramos inimigos desobedientes de Deus, o Santo nos amou. Ele associado com os pecadores, em seu Filho, e morreu como propiciação pelos pecados de seus assassinos. Tem maior amor do que ninguém que isso, de dar alguém a própria vida pelos seus amigos. A partir desta palavra de Cristo, descobrimos que ele chamou de seus inimigos, "seus amigos", porque ele amava a todos, até mesmo à morte.

O amor de Deus por nós é tão grande que ele perdoou os nossos pecados na cruz, antes de pecar, e até mesmo antes de nascermos. Portanto, não precisamos fazer todos os esforços para nos justificar, mas só precisa aceitar a graça divina, e acredito que fomos justificados, e então o poder da salvação de Jesus vai ser materializado em nós.

ROMANOS 5:9-11
9 Logo muito mais agora, tendo sido justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira. 10 Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida. 11 E não somente isto, mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo, pelo qual agora alcançamos a reconciliação.

Agora, se alegrar e pular de alegria! Para nós nos tornamos justificados diante de Deus por causa da nossa união de fé com Cristo. O diabo não tem direito de reclamar contra nós. O sangue de Cristo nos purifica tanto no corpo como na alma. Este novo estado vai durar para sempre, porque a intercessão de Jesus irá nos salvar da ira de Deus, no Dia do Juízo.

Paulo se aprofunda nos na verdade certos da salvação com os seguintes significados:

Primeiro: Nós fomos reconciliados com Deus num momento em que nós vivemos em inimizade e rebelião na direção dele. Esta reconciliação foi sem o nosso acordo, e sem o pagamento do custo. Na verdade, não fomos capazes e indigno para começar esta reconciliação, que é um presente simples de graça. Esta reconciliação só se tornou possível por meio do Filho de Deus, que encarnou e morreu por nós.

Segundo: Se a morte de Jesus causou resultados tão mudando, quanto mais a vida do Cristo vivo alcançar a salvação! Agora que temos deliberadamente e determinadamente sido reconciliados com Deus, queremos fazer a vontade dele com todo nosso coração que seu poder pode trabalhar em nós. Assim, a vida eterna, que nada mais é que a vida do próprio Cristo, chegou até nós através da nossa fé no Cordeiro de Deus, que é o Espírito Santo, a essência do amor de Deus. Estes versos divinos estabelecer a paz, alegria, tranquilidade, e louvor em nossos corações. O Espírito do Senhor é a garantia do nosso futuro glorioso, para quem permanece no amor, permanece em Deus e Deus nele.

Terceiro: Assim, Paulo teve coragem de subir a uma altura de glória como a dizer: "Nós também nos gloriamos em Deus", o que significa que o Santo se habita em nós, e nós permanecemos nele, pois não só foram reconciliados com ele, mas o Espírito Santo, que é o próprio Deus, fez de nossos corpos um templo para a Divindade. Você se alegrar com a presença de Deus em você? Torne-se um homem quebrado, consideram-se como nada, adorai o vosso Senhor, e veja a classificação notável para que a morte de Cristo levantou você.

ORAÇÃO: Nós ajoelhar-se diante do poder do amor proclamado em Jesus crucificado, e nós entregamos nossos corpos aos motivos do amor divino, que inclui nós, que somos de uma mente depravada. Nós não queremos pensar em nós mesmos, mas a afundar no mar do amor divino.

PERGUNTA:

  1. Como é que o amor de Deus aparecer?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on February 15, 2012, at 08:03 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)