Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- Acts - 079 (Founding of the Church at Philippi)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Azeri -- Bulgarian -- Cebuano -- Chinese -- English -- French -- Georgian -- Indonesian -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Tamil -- Telugu -- Turkish -- Urdu? -- Uzbek -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

ATOS - Na procissão triunfal de Cristo
Estudos nos Atos dos Apóstolos
PARTE 2 - Registros sobre a pregação entro os Gentios e a fundação das igrejas de Antioquia a Roma – Através do ministério do Apóstolo Paulo, comissionado pelo Espírito Santo (Atos 13 - 28)
C - A Segunda Viagem Missionária (Atos 15:36 - 18:22)

4. A fundação da igreja em Filipos (Atos 16:11-34)


ATOS 16:11-15
11 E, navegando de Trôade, fomos correndo em caminho direito para a Samotrácia e, no dia seguinte, para Neápolis; 12 e dali para Filipos, que é a primeira cidade desta parte da Macedônia, e é uma colônia; e estivemos alguns dias nesta cidade. 13 E no dia de sábado saímos fora das portas, para a beira do rio, onde se costumava fazer oração; e, assentando-nos, falamos às mulheres que ali se ajuntaram. 14 E uma certa mulher, chamada Lídia, vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira, e que servia a Deus, nos ouvia, e o Senhor lhe abriu o coração para que estivesse atenta ao que Paulo dizia. 15 E, depois que foi batizada, ela e a sua casa, nos rogou, dizendo: Se haveis julgado que eu seja fiel ao Senhor, entrai em minha casa, e ficai ali. E nos constrangeu a isso.

A tempestade do amor de Deus movia o navio dos seus apóstolos imediatamente da Ásia para a Europa. Tal viagem normalmente levava cinco dias e cinco noites. No entanto, ao contrário do que era antigamente costume, o navio chegou em dois dias. Paulo não ficou no porto, mas partiu imediatamente para a cidade de Filipos, o centro da província.

Augusto César derrotou os assassinos de Júlio César quando ele perseguiu a esta cidade, em cujas planícies batalhas famosas e horríveis foram travadas. Depois libertou Filipos de impostos e fez de lá um refúgio para soldados aposentados. Esta cidade era semelhante a Antioquia, a cidade da Síria.

Paulo estava animado e ansioso por conhecer o macedônio quem ele viu em sua visão. Como seria estranho que ele não encontrasse alguém que se preocupava com Cristo e Sua salvação. Estavam todos com o objetivo de prazer e facilidade. Os servos de Cristo não encontraram povo judeu, porque a situação militar e não a atividade comercial prevalecia na cidade. Os homens se perguntaram se talvez a visão era uma obsessão e o chamado um reflexo de seus próprios desejos.

Paulo sabia que em cidades onde não havia sinagogas os judeus costumavam se reunir todos os sábados ao longo das margens do rio fora da cidade para a oração comum. Lá eles poderiam realizar lavagens antes e durante seus cultos religiosos. O apóstolo saiu da cidade para o banco do Gangites, dois quilômetros da cidade. Lá, ele viu as mulheres judias e gregas se reunirem para a oração. Quando os viu, Paulo perguntou: "O que essas mulheres tem a ver comigo? Eu vi um homem na visão e não uma mulher. Eu não estou procurando mulheres estrangeiras".

O Espírito Santo humilhou o apóstolo dos gentios. Ele não faz distinção entre ricos e pobres, grandes e pequenos, homem e mulher, livres e escravos, brancos e negros, mas satisfaz toda a alma que anseia pela palavra de Deus. Aqui o Espírito falou através de Paulo para as mulheres sentadas ao longo da margem do rio sobre a plenitude da salvação.

Um dos ouvintes era uma comerciante de púrpura, uma mulher originária da cidade de Tiatira, na Ásia Menor, o país que o Espírito Santo havia proibido seus apóstolos de pregar dentro Ela agora estava na cidade macedônia de Filipos ouvindo o evangelho de salvação. Ela era rica, lidando com produção de púrpura, um dos bens mais preciosos naquele tempo. Ela estava atenta a tudo e às pessoas. Logo ela percebeu o poder de Deus fluindo dos apóstolos. Ela sentiu a voz de Deus enquanto ela ouvia atentamente o evangelho. O Senhor abriu seu coração e seu espírito foi iluminado. Ela imediatamente nasceu de novo, não por causa da bondade pessoal, mas porque ela ouviu e teve fome da palavra de Deus. Ainda hoje o evangelho renova os corações daqueles que buscam a justiça de Deus. O Espírito da verdade habita naqueles que se submetem a ele.

Lídia era uma mulher da moda que se vestia de acordo com o estilo mais recente e mais admirado em roupas. Ela era inteligente e possuía especialização. Ela reconheceu imediatamente a salvação e pediu o batismo. Ela acreditava que Jesus é o Filho de Deus, que perdoou seus pecados na cruz. Portanto, ela apresentou-se às águas do batismo, foi cheio do Espírito Santo e do amor experiente, verdade e vida eterna.

Que maravilha! Paulo não apenas batizou essa mulher, mas toda a sua família, incluindo seu marido, seus filhos, seus servos, e todos os seus colegas de trabalho. Paulo estava convencido do poder do Espírito de Deus, e sabia que ela que foi iluminada poderia iluminar os outros também. Ela que foi agraciado com o amor de Deus poderia fazer dos seguidores egoísta abnegados servos do Senhor na prática. Quão grande era o coração de Paulo! Ele não deu uma longa lição e estudo na preparação para o batismo, mas tiveram a coragem de apresentar um conjunto completo de pessoas a Cristo, confiando que Ele iria completar o bom trabalho iniciado. Paulo sabia que Cristo somente, e não ele próprio, salva aqueles que crêem.

Depois o crente rico perguntou a Paulo e seus três companheiros se aceitariam sua hospitalidade durante o resto da sua estadia na cidade. Ela abriu a casa para eles como um centro de evangelização. Paulo, no entanto, não queria aceitar esta ajuda. Ele e seus companheiros preferiram trabalhar com suas próprias mãos para se sustentar. No entanto, o comerciante esperto insistiu com os homens de Deus até que aceitaram seu convite. Eles permaneceram na cidade para fortalecer os convertidos. Paulo aceitou sua hospitalidade e seu amor superou os sentimentos anteriores. O amor foi, de fato, o seu princípio mais importante.

Paulo viu um homem na visão, mas o convertido era uma mulher. O apóstolo veio de uma religião que deu domínio ao homem, mas na Europa Cristo em primeiro lugar escolheu uma mulher. Vemos nesses símbolos desenvolvimentos para a liberdade da mulher, juntamente com a capacidade do apóstolo para ouvir o Espírito Santo. O evangelho chegou à Europa através da obediência do apóstolo e o primeiro fruto foi uma mulher, vendedora de púrpura.

ORAÇÃO: Ó Senhor, nós vos agradecemos por abrir o coração de Lídia e responder-lhe o desejo através do derramamento do Seu Espírito. Perdoa-nos o nosso pensamento limitado e amplie nossos corações no caminho da humildade e amor, para que possamos deixar as meninas e senhoras também ouvir a verdade do evangelho com toda a pureza e sabedoria.

PERGUNTA:

  1. Qual foi o milagre na vida de Lídia? Por que Paulo batizou toda a sua família?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on September 27, 2012, at 11:58 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)