Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- Acts - 035 (Description of the Days of the Patriarchs)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Azeri -- Bulgarian -- Cebuano -- Chinese -- English -- French -- Georgian -- Indonesian -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Tamil -- Telugu -- Turkish -- Urdu? -- Uzbek -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

ATOS - Na procissão triunfal de Cristo
Estudos nos Atos dos Apóstolos
PARTE 1 - A fundação da Igreja de Jesus Cristo em Jerusalém, Judéia, Samaria e Síria – Sob o amparo do Apóstolo Pedro, guiado pelo Espírito Santo (Atos 1 - 12)
A - O Crescimento e Desenvolvimento da Igreja Primitiva em Jerusalém (Atos 1 - 7)
21. A defesa de Estevão (Atos 7:1-53)

a) Uma descrição dos dias dos Patriarcas (Atos 7:1-19)


ATOS 7:9-16
9 E os patriarcas, movidos de inveja, venderam José para o Egito; mas Deus era com ele. 10 E livrou-o de todas as suas tribulações, e lhe deu graça e sabedoria ante Faraó, rei do Egito, que o constituiu governador sobre o Egito e toda a sua casa. 11 Sobreveio então a todo o país do Egito e de Canaã fome e grande tribulação; e nossos pais não achavam alimentos. 12 Mas tendo ouvido Jacó que no Egito havia trigo, enviou ali nossos pais, a primeira vez. 13 E na segunda vez foi José conhecido por seus irmãos, e a sua linhagem foi manifesta a Faraó. 14 E José mandou chamar a seu pai Jacó, e a toda a sua parentela, que era de setenta e cinco almas. 15 E Jacó desceu ao Egito, e morreu, ele e nossos pais; 16 e foram transportados para Siquém, e depositados na sepultura que Abraão comprara por certa soma de dinheiro aos filhos de Emor, pai de Siquém.

Estevão não defendeu a sua piedade com uma palestra teológica, nem falou com eloqüência retumbante. Em vez disso, ele testemunhou perante os inquiridores do Conselho Superior em favor da fé bíblica. Ele não recitou todos os detalhes das histórias de seu povo, mas escolheu o que parecia importante para a finalidade de confirmar o significado da Nova Aliança e para esclarecer a pessoa de Jesus Cristo.

Estevão se focou em Deus escolhendo Abraão pela graça e pela aliança da circuncisão para se referir à nova aliança, cumprida em Cristo e com base em graça, e não em obras. Ele então dá clareza a isso usando a vida de José, mostrando que ele era um símbolo de Cristo.

Seus irmãos o invejavam, pois seu pai o havia tratado com favor e parcialidade, embora ele ainda fosse jovem, enquanto eles eram experientes. Da mesma forma, Cristo foi odiado e invejado por seus irmãos. Seu Pai no céu lhe dera poder extraordinário sobre as doenças, demônios e os mortos, de modo que a multidão correu para o professor de Nazaré. Eles o honraram mais do que os principais sacerdotes e escribas na cidade capital de Jerusalém.

Assim como os dez irmãos de José lançaram-no na cova e venderam-no a uma caravana de beduínos, por um preço muito baixo, os pais da nação entregaram Cristo nas mãos dos Romanos para matá-lo, lançando-o no poço do túmulo para tê-lo completamente destruído. Tal como o ódio dos irmãos de José atingiu um pico, o ódio dos Judeus também atingiu um pico com a crucificação de Cristo.

No entanto, Deus estava com José na terra estranha. Ele também estava com Cristo na morte, pois Deus o ressuscitou dentre os mortos e lhe deu vida novamente. Como Faraó exaltou José após sua tentação, fazendo dele o segundo homem no reino e governador sobre toda a sua casa, assim Deus exaltou Jesus, fazendo-o sentar-se à sua mão direita e lhe deu toda autoridade no céu e na terra. Mesmo o pão nosso de cada dia vem de sua mão, pois Ele a quem seja toda a glória disse: "Sem Mim nada podeis fazer" (João 15:5).

Os filhos estavam morando longe de seu irmão e não o conheciam mais. Mas José os conhecia e ajudou-os em seu primeiro encontro, mas sem tornar-se conhecido por eles. Na segunda reunião, ele revelou-se a eles, juntamente com a sua glória. Os irmãos ficaram com medo quando viram que o provedor de trigo e governador sobre o Egito era também seu irmão a quem haviam vendido para se livrar! Estevão desejava que Jesus se manifestasse mais uma vez aos anciãos de seu povo de coração duro. Ele esperava que eles pudessem cair com temor e tremor para adorá-Lo, àquele que eles haviam rejeitado e atormentado.

Como os irmãos voltaram a seu pai para contar o ocorrido, Estevão esperava que os setenta anciãos do Conselho Superior voltassem para contar a sua nação que o seu Filho está vivendo e que nosso irmão foi estabelecido em glória. “Nós o matamos, mas Deus escolheu o levantar e exaltar. Estamos todos reprovados, mas vamos todos nos arrepender completamente e de boa vontade!". Como Jacó e sua família de 75 pessoas se reuniram com José, então Estevão esperava que todo o povo Judeu viesse a Jesus, submissos a Ele para adorá-Lo. Como José, o governador glorioso, prostrou-se diante de seu pai, beijou-o e apresentou-o a Faraó, também, de forma exaltada, Cristo se curva para sua nação corrupta, purifica-a e santifica-a e depois a apresenta a Seu Pai celestial.

Estevão, no entanto, pregou para ouvidos surdos. Corações dos juízes foram endurecidos. Eles não ouviram a voz misericordiosa do Espírito Santo, mas sorridente, notou o erro nas palavras do orador, dizendo que Jacob foi enterrado no túmulo de Abraão. De fato, Abraão foi enterrado em Hebrom em sua posse comprados, enquanto que Jacob foi enterrado em Siquém, perto de Nablus. Pode ter havido diferentes narrativas e interpretações de textos no momento do Estevão. Observamos que os juízes não interferiram no testemunho de Estevão, nem eles consideraram os seus erros essenciais ou dignos de análise (Gênesis 23:16-17; 23:18; 50:13, Josué 24:32).

ORAÇÃO: Ó Pai celestial, nós Te agradecemos por nos enviar Seu único Filho e proclamar sua glória nele. Perdoa-nos a nossa dureza de coração e nos encha com Seu Espírito Santo de modo que possamos experimentar que o Senhor habita em nós e trabalha através de nós, mesmo em meio a uma terra estranha.

PERGUNTA:

  1. Como José foi um tipo de Jesus Cristo?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on September 27, 2012, at 11:36 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)