Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- John - 045 (Jesus offers people the choice, "Accept or Reject!")
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bengali -- Burmese -- Cebuano -- Chinese -- English -- Farsi? -- French -- Georgian -- Hausa -- Hindi -- Igbo -- Indonesian -- Javanese -- Kiswahili -- Kyrgyz -- Malayalam -- Peul -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Somali -- Spanish? -- Tamil -- Telugu -- Thai -- Turkish -- Urdu -- Uyghur? -- Uzbek -- Vietnamese -- Yiddish -- Yoruba

Previous Lesson -- Next Lesson

JOÃO – A Luz Resplandece nas Trevas
Um Curso de Estudos Bíblicos no Evangelho de Cristo segundo João

PARTE 2 – A Luz Resplandece nas Trevas (João 5:1 – 11:54)
B – Jesus é o Pão da Vida (João 6:1-71)

4. Jesus oferece a escolha ao povo, “Aceite ou rejeite!” (João 6:22-59)


JOÃO 6:51
51 Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo.

Você já viu um pão andando ou falando? Jesus chama a si mesmo de o Pão da Vida, o pão vivo - ele não fala do pão do céu material, mas espiritual, alimento divino. Ele não quis dizer-nos para comer a sua carne literalmente, não somos devoradores de homens.

Logo depois, Jesus começou a falar de sua morte. Não foi a sua espiritualidade, que redimiu a humanidade, mas sua encarnação. Ele se fez homem para dar a si mesmo por nossos pecados. Seus ouvintes ficaram ofendidos, ele parecia um homem comum, de uma família modesta. Houvesse um anjo aparecido do céu, eles teriam o recebido com aplausos. Jesus explicou que a sua glória e espírito não iriam resgatá-los, mas sim seu corpo que seria estabelecido para o bem da humanidade os resgataria.

JOÃO 6:52-56
52 Disputavam, pois, os judeus entre si, dizendo: Como nos pode dar este a sua carne a comer? 53 Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. 54 Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. 55 Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida. 56 Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.

Entre os Judeus havia crentes e outros que rejeitavam a Jesus. Os dois grupos discutiram violentamente. Os inimigos de Jesus estavam revoltados com a idéia de comer a sua carne e beber seu sangue. Jesus impeliu a separação entre os dois partidos para trazer à tona aqueles que confiavam nele. Ele testou o amor do primeiro grupo e mostrou a cegueira dos outros. Ele disse: "Em verdade, em verdade vos digo que, se não comerdes a minha carne e beberdes o meu sangue, você não tem a vida eterna. A menos que vocês participem de meu ser, permanecereis no pecado e na morte para sempre". Estas palavras soaram em seus ouvidos como blasfêmia. É como se o homem Jesus tivesse os desafiado, "me matem e me comam porque eu sou em si um milagre. Meu corpo é pão, é a vida divina oferecida a vocês". O sangue ferveu e eles ficaram furiosos. No entanto, aqueles que creram nele, atraídos pelo Espírito Santo, creram no incrível, confiaram que Jesus cumpriria suas palavras. Se eles tivessem pensado um pouco, na Páscoa, eles teriam percebido que João Batista havia chamado Jesus de o Cordeiro de Deus: Todos os judeus participavam da Páscoa comendo a carne de cordeiros mortos naquela ocasião. Isso era para afastar a ira de Deus por meio da identificação com os sacrifícios. Jesus mostrou que ele era o verdadeiro Cordeiro de Deus que carrega o pecado do mundo.

Hoje sabemos que os símbolos da Ceia do Senhor significam que a carne de Cristo é absorvida por nós, e que o seu sangue nos purifica de pecado. Agradecemos a ele por esta graça. Os Galileus, nessa fase, não entendiam esse mistério e suas palavras causaram perplexidade em suas mentes. Jesus estava testando-lhes a fé, mas sua obstinação logo apareceu de modo explosivo.

Nós adoramos a Cristo com alegria e em agradecimento porque ele explicou a Ceia do Senhor para nós em símbolos, e como ele habita em nós pelo Seu Espírito. Sem seu sacrifício não podemos nos aproximar de Deus ou permanecer nEle. O perfeito perdão dos nossos pecados nos permite receber sua vinda em nós. A fé em si gera este milagre e nos faz participantes da sua gloriosa ressurreição. Adoramos o Cordeiro por nos redimir. Jesus não se contenta em morrer por nós na cruz, mas deseja encher-nos, e assim nos tornamos santos vivos para sempre.

JOÃO 6:57-59
57 Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim. 58 Este é o pão que desceu do céu; não é o caso de vossos pais, que comeram o maná e morreram; quem comer este pão viverá para sempre. 59 Ele disse estas coisas na sinagoga, ensinando em Cafarnaum.

Cristo nos fala da vida no Deus poderoso que é o pai vivo. Ele é de eternidade a eternidade, o Pai de todo amor. Cristo vive no Pai, e não existe por si mesmo, mas para o pai. Sua vida encontra o significado não satisfazendo suas próprias ambições, mas obedecendo totalmente ao Pai que o gerou. O Filho serve ao Pai, enquanto o Pai ama o Filho e trabalha em sua plenitude por meio do Filho. Jesus revelou o mistério da sua união com o Pai diante da oposição furiosa. Deu-lhes uma revelação sublime, "Como eu vivo pelo Pai e nEle, da mesma forma quero viver por causa de vocês e em vocês para que vocês possam viver para mim e em mim." Querido irmão, você está pronto para este vínculo íntimo com Cristo? Você vai aceitá-lo com as suas forças ou será que não? Você deseja morrer para si mesmo, para que o Senhor possa viver em você?

Cristo não veio com reformas práticas, nem nos enviou riqueza para ajudar a nós mesmos. Ele não quer um desenvolvimento rústico. Não! Ele muda os corações para que os homens possam viver de modo santo para sempre. Ele ofereceu aos crentes uma participação na sua divindade. Assim, ele cria um novo homem imortal, alguém que vive, ama e serve. Seu objetivo é Deus.

Revise o capítulo seis, e conte as vezes em que Cristo pronuncia três palavras: "Pai", "Vida" e "Ressurreição", bem como seus derivados. Você vai rapidamente compreender a essência do Evangelho de João. O crente em Cristo vive no Espírito do Pai, em direção à ressurreição em glória.

ORAÇÃO: Senhor Jesus Cristo, nós te agradecemos por ter vindo a nós e nos conceder a vida do Pai com a plenitude da alegria. Perdoe os nossos pecados e nos santifique para que possamos servir-te com amor e paciência, e seguir-te humildemente, e não viver para nós mesmos.

PERGUNTA:

  1. Por que Jesus disse aos seus ouvintes que eles tinham que comer seu corpo e beber o seu sangue?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 10, 2012, at 10:51 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)