Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- John - 022 (People lean towards Jesus; Need for a new birth)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bengali -- Burmese -- Cebuano -- Chinese -- English -- Farsi? -- French -- Georgian -- Hausa -- Hindi -- Igbo -- Indonesian -- Javanese -- Kiswahili -- Kyrgyz -- Malayalam -- Peul -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Somali -- Spanish? -- Tamil -- Telugu -- Thai -- Turkish -- Urdu -- Uyghur? -- Uzbek -- Vietnamese -- Yiddish -- Yoruba

Previous Lesson -- Next Lesson

JOÃO – A Luz Resplandece nas Trevas
Um Curso de Estudos Bíblicos no Evangelho de Cristo segundo João

PARTE 1 – O Brilho da Luz Divina (João 1:1 – 4:54)
C – A primeira visita de Cristo a Jerusalém (João 2:13 – 4:54) – O que é a verdadeira adoração?
2. Cristo fala com Nicodemos (João 2:23 – 3:21)

a) As pessoas se curvam para Jesus (João 2:23 – 25)


JOÃO 2:23-25
23 E, estando ele em Jerusalém pela páscoa, durante a festa, muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome. 24 Mas o mesmo Jesus não confiava neles, porque a todos conhecia; 25 não necessitava de que alguém testificasse do homem, porque ele bem sabia o que havia no homem.

Na Páscoa as multidões iam a Jerusalém, o centro da adoração. Eles pensavam no Cordeiro que protegeu seus pais do juízo de Deus logo antes de seu êxodo do Egito; então compartilhavam a carne dos sacrifícios em suas refeições. Jesus, o Cordeiro escolhido por Deus, foi a Jerusalém e realizou muitos sinais, demonstrando seu amor e poder. Nisso ele se tornou conhecido das multidões e seu nome estava nos lábios de muitos; eles cochichavam: “Ele é um profeta, é o precursor Elias ou talvez o Messias?” Muitos se achegaram a ele e creram que ele veio de Deus. Jesus via-lhes o coração, mas não escolheu nenhum deles para serem discípulos. Eles ainda não haviam descoberto sua divindade, ainda pensavam nele apenas em aspectos humanos. Em seus pensamentos estavam as idéias de libertação de Roma, posições sociais adequadas e futuro de maior conforto. Jesus conhecia todos os homens; nenhum coração estava oculto a seus olhos. Ninguém conheceu a Deus verdadeiramente. Se eles tivessem conhecido a Deus em verdade, eles teriam sido batizados no Jordão, se arrependendo e confessando seus pecados.

Cristo conhece seu coração, seus pensamentos, suas orações e seus pecados. Ele conhece seu íntimo e a origem de cada pensamento. Ele entende que você precisa de decência e retidão para viver sua vida. Quando você removerá seu orgulho próprio? E quando você deixará sua auto-estima para ser cheio do Espírito Santo?


b) A necessidade de um novo nascimento (João 3:1-13)


JOÃO 3:1-3
1 E havia entre os fariseus um homem, chamado Nicodemos, príncipe dos judeus. 2 Este foi ter de noite com Jesus, e disse-lhe: Rabi, bem sabemos que és Mestre, vindo de Deus; porque ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não for com ele. 3 Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.

Dentre a multidão apareceu uma pessoa chamada Nicodemos, que era muito pio e proeminente, um dos setenta do Sinédrio. Ele reconheceu o poder de Deus ativo em Cristo. Talvez ele tenha desejado construir uma ponte entre esse novo profeta e a assembléia dos Judeus. No mesmo momento ele temeu o sumo sacerdote e os amigos em comum. Ele estava incerto a respeito da pessoa de Jesus, então ele foi a Jesus em segredo no escuro, desejando testar Jesus antes de entrar para seu grupo.

Ao usar o título de “mestre”, Nicodemus estava expressando a visão da maioria que via a Cristo como alguém que ensinava as Escrituras com um bando de seguidores. Ele concordou que Jesus foi enviado por Deus, atestando seus sinais. Ele confessou, “Cremos que você é de Deus por causa do que você faz. Mas, você é o Messias?” Isso estava mais para uma admissão implícita.

Jesus respondeu essa questão sem confiar totalmente nesse intermediário dos líderes do povo com o Cristo. Ele viu o coração de Nicodemos, seus pecados e seu desejo de retidão. Ele apenas poderia ajudá-lo após de mostrá-lo sua cegueira espiritual. Apesar da devoção de Nicodemos, ele não conhecia Deus verdadeiramente. Jesus foi franco com ele e disse, “Com certeza nenhum homem conhece a Deus por seus esforços próprios; ele necessita da regeneração do Espírito celestial”.

Ele pronunciamento foi o juízo de Cristo sobre os estudos teológicos e dogmas baseados apenas na lógica. Conhecer a Deus não vem de estudos intelectuais, mas de um novo nascimento. Do aparelho de rádio você girar o botão de sintonia conforme quiser, mas não obtém nenhuma imagem. As imagens exigem um aparelho que é totalmente diferente do rádio. O homem natural também é assim, apesar de sua devoção e de suas obras, ele não pode ver a Deus através de seus pensamentos e sentimentos. Essa realização espiritual exige uma revolução, um nascimento espiritual e uma nova criatura.

JOÃO 3:4-5
4 Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? 5 Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

A resposta de Cristo que implicava a falta de conhecimento de Deus da parte de Nicodemos o deixou confuso. Ele nunca ouvira falar de segundo nascimento. Ao ouvir isso ele se confundiu com a idéia de que um homem velho pudesse voltar ao útero de sua mãe. Ele não entendeu que Deus Pai pode dar à luz filho através do Espírito Santo.

Jesus amou Nicodemos; após levá-lo a confessar que não sabe o caminho para o Reino de Deus, ele realçou o fato afirmando que ele era a Verdade. Temos de crer que não podemos entrar no Reino sem o segundo nascimento; esta é a única condição.

O que é o segundo nascimento? É um nascimento, mas não apenas um conceito e nem algo resultante de esforços humanos, já que ninguém pode dar à luz a si mesmo; Deus se torna o pai e doador da vida. Esse nascimento espiritual é pela graça, não apenas uma mudança de caráter, nem uma disciplina social. Toda a humanidade nasce em pecado e sem esperança de melhoras. O nascimento espiritual é a entra de Deus na vida do homem.

Como isso acontece? Jesus disse a Nicodemos, isso se alcança através da água do Espírito. A água fala do batismo de João e dos vasos de purificação do casamento. Os membros do Antigo Testamento sabiam que a água era necessária para as lavações que simbolizavam a limpeza do pecado. É como se Jesus dissesse, “Por que você não vai procurar João Batista, confesse seus pecados e se batiza?” Em outro lugar Jesus disse, “Se alguém quiser me seguir, que negue a si próprio, pegue a sua cruz e me siga”. Irmão, confesse sua culpa, aceite o juízo de Deus sobre seu pecado. Você é corrupto e está perecendo.

Jesus não estava contente apenas com o batismo com água para arrependimento e perdão, mas ele batizava o penitente com o Espírito Santo, criando uma nova vida para aquele de coração partido. Após sua crucificação, aprendemos que a limpeza de nossa consciência acontece através de seu precioso sangue. Essa limpeza acontece por intermédio do Espírito Santo naquele que se arrepende. Quando o homem obedece ao Espírito Santo, ele é cheio de vida eterna e com seus frutos e características, e se torna um bom homem segundo a orientação de Cristo. Esse desenvolvimento não acontece repentinamente, mas necessita de tempo suficiente; tal como um feto leva tempo para se desenvolver no ventre antes de nasceu. É assim que ocorre o segundo nascimento e este nascimento se torna uma realidade na vida do crente, o qual realmente sabe que nasceu de novo e que Deus é seu pai e que ele tem a vida eterna de Cristo. Jesus fez disso o foco de sua pregação, o tema do Reino de Deus. Então, o que é seu Reino? Não é um movimento político e nem uma teoria econômica, mas é o relacionamento daqueles que renasceram do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Esse Espírito bendito desce sobre aquele quando se rende a Cristo e o reconhece como seu Senhor e Rei a quem devemos obedecer.

ORAÇÃO: Senhor Jesus, obrigado por meu novo nascimento pela graça. Você abriu meus olhos espirituais. Me faça viver em seu amor. Abra os olhos daqueles que te procuram com sinceridade para que reconheçam e confessem seus pecados para serem renovados pelo poder do seu Espírito Santo, descansando em seu sangue derramado para que possam viver em comunhão eterna contigo.

PERGUNTA:

  1. Qual é a diferença entre a devoção de Nicodemos e os enfoquees de Cristo?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 10, 2012, at 10:31 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)