Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":

Home -- Portuguese -- Romans - 068 (Be Obedient to your Authorities)

This page in: -- Afrikaans -- Arabic -- Armenian -- Azeri -- Bengali -- Bulgarian -- Cebuano -- Chinese -- English -- French -- Georgian -- Hebrew -- Hindi -- Indonesian -- Malayalam -- Polish -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Spanish? -- Telugu -- Turkish -- Urdu? -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

ROMANOS - O Senhor é a nossa Justiça
Estudos na Carta de Paulo aos Romanos

PARTE 3 – A Justiça de Deus se apresenta na vida dos seguidores de Cristo (Romanos 12:1 - 15:13)

5. Seja obediente às autoridades (Romanos 13:1-6)


ROMANOS 13:7-10
7 Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra. 8 A ninguém devais coisa alguma, a não ser o amor com que vos ameis uns aos outros; porque quem ama aos outros cumpriu a lei. 9 Com efeito: Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás; e se há algum outro mandamento, tudo nesta palavra se resume: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. 10 O amor não faz mal ao próximo. De sorte que o cumprimento da lei é o amor.

O regime e do financiamento do estado romano não era uma questão de importância para os crentes na época do apóstolo Paulo, para os cristãos eram uma minoria, e não tinha nenhuma influência sobre a legislação estadual. Portanto, o apóstolo ordenou aos cristãos a pagar os direitos e impostos, sem enganar ou torcendo, para obedecer as leis e regulamentos, e respeitar os departamentos governamentais, sabendo que orar pelos pecadores e autoridades era seu dever, a fim de que os chefes dos estado pode agir de forma prudente e justa. Mas o assunto foi longe do que era normal no estado romano. Eles se opuseram a Cristo, e deu ordens para matar todos os cristãos que não adoravam a César, e foram lançados às feras de rapina para matá-los em estádios públicos.

O próprio Paulo nasceu um cidadão romano. Viu-se responsável para com o seu poderoso estado, e queria aplicar as palavras de Cristo: "Dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus". Com relação à igreja, ele sabia que a lei de Cristo foi mais de todas as constituições terrena, pois Jesus disse: "Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros, como Eu vos amei, vós também vos ameis uns aos o outro. Por isso todos saberão que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros" (João 13:34-35).

Todo cristão que ama como Jesus amou seus discípulos e os serviram cumpriu o mandamento de Jesus. Este amor divino é a constituição e ordenança da igreja, e o Espírito Santo é o poder necessário e essencial para sua conclusão. Ao mesmo tempo, Cristo não aboliu o mandamento de Moisés: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo" (Levítico 19:18).

Paulo explicou este mandamento através da segunda parte dos Dez Mandamentos, dizendo: Não odeio, ou matar ninguém. Não cometerás adultério. Não viva impuro. Não roubar, mas o trabalho duro. Não invejo ninguém por causa de suas riquezas, mas se contentar com os dons de Deus que você tem. A observância dessas ordenanças é a conclusão do mandamento de amar o teu próximo.

O apóstolo não falou emocionalmente ou eloqüente, mas ele enfatizou que a abstenção do adultério é o primeiro passo e mais importante para praticar o amor verdadeiro. Ele exigiu que o amor divino, ágape, deve superar o amor sexual, eros.

O verdadeiro amor não é fundado sobre o egoísmo, mas em cuidar dos necessitados e servi-los primeiro. Como tomamos as tristezas, problemas e sofrimentos dos outros, nós também não deve causar problemas, tristeza, ou sofrimento a ninguém, mas sim ajudá-lo em suas dificuldades, confortá-lo em suas tristezas, e apoiá-lo em sua necessidade.

A pergunta, "Quem é seu próximo?" Já foi respondida por Cristo. Qual é o significado não é o seu sangue relações, mas todo mundo perto de você quem você conhecer e ver e espera uma boa palavra de você. Isto também inclui a comunicação da mensagem do evangelho a outras pessoas, pois "não há salvação em nenhum outro, pois não há outro nome debaixo do céu dado aos homens pelo qual devamos ser salvos" (Atos 4:12).

ORAÇÃO: Senhor Jesus Cristo, adoramos você, porque você deu a sua igreja um novo mandamento, e você deu a ela o poder do Espírito Santo para cumpri-la. Perdoa-nos se temos comportado às pressas com um coração endurecido. Ajuda-nos a compreender os nossos amigos, por quem oramos, para abençoá-los com um trabalho para fornecer para o seu sustento, e ensina-nos a servir a todos onde quer que estejamos.

PERGUNTA:

  1. Como Paulo praticamente explicar o mandamento: "Amarás o teu próximo como a ti mesmo"?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on February 15, 2012, at 09:00 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)