Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- John - 103 (Jesus intercedes for his apostles)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bengali -- Burmese -- Cebuano -- Chinese -- English -- Farsi? -- French -- Georgian -- Hausa -- Hindi -- Igbo -- Indonesian -- Javanese -- Kiswahili -- Kyrgyz -- Malayalam -- Peul -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Somali -- Spanish? -- Tamil -- Telugu -- Thai -- Turkish -- Urdu -- Uyghur? -- Uzbek -- Vietnamese -- Yiddish -- Yoruba

Previous Lesson -- Next Lesson

JOÃO – A Luz Resplandece nas Trevas
Um Curso de Estudos Bíblicos no Evangelho de Cristo segundo João

PARTE 3 – A luz brilha no Círculo dos Apóstolos (João 11:55 – 17-26)
E – A oração intercessória de Jesus (João 17:1-26)

3. Jesus intercede por seus apóstolos (Joao 17:6-19)


JOÃO 17:14
14 Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.

Jesus testemunhou em suas orações que ele havia oferecido as palavras do Pai aos seus discípulos, para lhes revelar o nome do Pai com seus significados. Através desta revelação, ele anunciou a Santíssima Trindade a nós. Esta revelação maravilhosa da essência de Deus tocou os discípulos, que os transformou e os preencheu com poder para eles se tornarem membros do corpo espiritual de Cristo.

Por conta dessas qualidades e virtudes, o mundo iria odiá-los como odiava a Jesus. Assim, como a fonte de Cristo era de Deus, e a sua vida estava escondida em Deus desde a eternidade, da mesma forma todos os que nasceram de novo viverão eternamente.

JOÃO 17:15
15 Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.

Jesus não leva seus discípulos ao céu, nem os transporta em reclusão, apesar de aflições e dificuldades cercarem-nos por todos os lados. Ele pediu ao Pai para proteger seus seguidores de influências satânicas e dos enganos dos oradores, bem como dos maus espíritos. Nosso Senhor intercede por nós. Cada crente vive em seu abraço garantido e selado. O sangue de Jesus nos protege, e por causa do seu sacrifício, Deus está conosco. Ninguém pode acusar-nos ou destruir-nos. Nós nos tornamos justos, imortal, confirmado pela graça do Santo. A não ser que vire desobediente e seguir as nossas inclinações para pecados específicos, então ele vai deixar-nos cair em tentação, pois o pecado que habita em nós pode emergir e tornar-se uma vergonha descoberta. Então vamos tremer e arrepender-se com lágrimas, chorando: "Pai, não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal". Aquele que tenta lutar com Satanás e contra a morte em sua própria força e ousadia humana engana a si mesmo. Descanse no sangue de Cristo e em sua intercessão, ele é o nosso único Salvador.

JOÃO 17:16-17
16 Não são do mundo, como eu do mundo não sou. 17 Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.

Em sua oração Jesus repetiu o seu testemunho para os discípulos, mesmo que não tivesse surgido a partir deste mundo mau, uma vez que foram da carne e propenso ao mal como outros. Eles ficariam ruins, mas a graça de Deus. O sangue de Cristo os tinha libertado da prisão do Maligno. Eles tinham se tornado estrangeiros neste mundo, e cidadãos do céu.

Em sua nova natureza, que constituía o corpo ea alma, haveria um conflito em curso. O Espírito Santo é doloroso, se amamos a nós mesmos, o nosso trabalho e nossas famílias mais do que as outras pessoas. Todas as tentativas de agradar a nós mesmos uma ferida nossas consciências. Cada mentira queima na memória como um bastão em chamas. O Espírito de Deus não vai permitir que você mantenha as mercadorias roubadas em sua casa. Se você feriu alguém com um insulto ou um ato cruel, o Espírito da verdade, que impele para você ir e pedir perdão. O Espírito Santo revela toda a maldade, engano e torção em sua vida, e irá julgá-lo em conformidade.

Cristo pediu ao Pai para nos santificar, porque o ímpio não pode fazer outra santa. Esta santificação é afetada, atraindo-nos à Sua verdade. À medida que entendemos o amor de Deus e cumprir na graça do Filho e viver no poder do Espírito Santo, somos feitos santos. A presença de Deus em nossas vidas nos afeta. Deus cumpre o seu propósito em nós: "Sede santos porque eu sou santo". O sangue de Jesus nos santifica uma vez por todas, assim como o Espírito Santo em nós, não falta nada. Sua fé nesta santa natureza da Trindade santificá-lo completamente.

Esta santificação é alcançada por parte de Deus através do nosso aprofundamento na sua palavra. O Evangelho é a fonte de nossa purificação, e a raiz da nossa obediência. As palavras de Cristo nos levam à fé, à abnegação e amor para o culto, para que possamos estar em forma para se aproximar de Deus. Abra seu coração à palavra de seu Pai, porque Deus é amor e quem permanece no amor permanece em Deus e Deus nele.

JOÃO 17:18
18 Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.

Depois que Jesus orou por seus discípulos, pedindo que sejam santificados, ele enviou sua renovação para um mundo de maldade. Ele salvou-nos a santificar as nossas vidas, então ele nos enviou ao mundo para que através de nós, ele pode salvar e santificar muitos. A Igreja não é uma montagem com facilidade, entretendo-se com uma conversa piedosa e julgamentos legalista; É uma comunhão de ação, invadir a fortaleza de Satanás, pela fé, buscando através de orações e perseverança na conversão dos perdidos. A Igreja anuncia o Reino do Pai e procura afetar sua vontade para a evangelização do mundo. Você se tornou consciente da oração de Cristo para a ação na evangelização?

Jesus honra e manda você para os perdidos assim como o Pai o enviou. O objetivo é um só e isso é o equipamento para atingir esse objetivo: Seus pronunciamentos sobre a verdade de Deus em Cristo. Jesus te chama para um serviço ativo, e não à preguiça e ilusões. Seu Espírito Santo é o seu poder.

JOÃO 17:19
19 E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade.

Jesus sabia que nenhum de seus discípulos foi capaz de evangelizar e realizar o bem-estar espiritual, mas que tudo iria cair com ferimentos fatais em seus corações e consciências, se Deus não cercá-los com a Sua santidade e poder. Por esta razão, o Filho se tornou uma vítima, santificando-se, embora ele já era santo em todos os momentos. Por sua morte ele cumpriu todos as exigências de santidade, de modo que as acusações de Satanás seriam extintas pela nossa fé no sangue de Cristo. Com base na sua morte expiatória, os discípulos foram capazes de receber o Espírito Santo. Foram então feitos os navios para carregar água viva; testemunhas de Jesus de sua morte e ressurreição.

Assim, eles foram libertados de artifícios e seus lábios purificados do veneno do engano. Eles receberam ousadia nunca negar o direito e expor os pecados, embora isso possa causar consciências pesadas, mas que acabaria por conduzir à salvação. Este conflito com a mentira, da imoralidade e do orgulho sucede apenas pela proteção do sangue de Cristo e da eficácia da sua intercessão.

ORAÇÃO: Perdoe o ódio, mentiras e orgulho em nossos corações. Somos por natureza maus, você é santo. Mantenha-nos fora dos laços de Satanás. Explique-nos o Evangelho que suas palavras podem santificar-nos verdadeiramente, e vivamos de acordo com aquilo que pregamos.

PERGUNTA:

  1. Como é que Jesus pede ao Pai que nos livre do mal?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 10, 2012, at 11:52 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)