Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- John - 059 (The devil, murderer and liar)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bengali -- Burmese -- Cebuano -- Chinese -- English -- Farsi? -- French -- Georgian -- Hausa -- Hindi -- Igbo -- Indonesian -- Javanese -- Kiswahili -- Kyrgyz -- Malayalam -- Peul -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Somali -- Spanish? -- Tamil -- Telugu -- Thai -- Turkish -- Urdu -- Uyghur? -- Uzbek -- Vietnamese -- Yiddish -- Yoruba

Previous Lesson -- Next Lesson

JOÃO – A Luz Resplandece nas Trevas
Um Curso de Estudos Bíblicos no Evangelho de Cristo segundo João

PARTE 2 – A Luz Resplandece nas Trevas (João 5:1 – 11:54)
C – A última viagem de Jesus a Jerusalém (João 7:1 – 11:54) A separação entre as Trevas e a Luz.
1. As palavras de Jesus na festa dos tabernáculos (João 7:1 – 8:59)

f) O diabo: assassino e mentiroso (João 8:37-47)


JOÃO 8:37-39
37 Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não entra em vós. 38 Eu falo do que vi junto de meu Pai, e vós fazeis o que também vistes junto de vosso pai. 39 Responderam, e disseram-lhe: Nosso pai é Abraão. Jesus disse-lhes: Se fósseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão.

Os judeus consideravam-se da descendência de Abraão, e assumiu que, por essa razão, a ligação com o Pai da fé que herdaram as promessas que Deus concedeu ao Seu servo obediente.

Jesus não rejeitou os privilégios dessa relação, mas entristeceu-se que os filhos de Abraão eram desprovidas de espírito do antepassado. Isso lhe deu a capacidade de ouvir a voz de Deus e para manter sua palavra. Como resultado, eles fecharam seus corações para as palavras de Jesus, e estas palavras não conseguiram entrar em seus corações ou para iluminar-los. Eles permaneceram ignorantes e incrédulos.

Declarações de Cristo não tinha nenhuma fruta em que a multidão que não recusa e ódio. Provavelmente, a maioria deles não estavam no estágio que a intenção de matar Jesus, mas Jesus, porém, descobriu as intenções de seus corações e sabia que o ódio é um prelúdio ao assassinato. Logo eles iriam gritar "Crucifica-o, crucifica-o" (Mateus 27:21-23, João 19:15).

Abraão ouviu a voz de Deus e imediatamente lhe obedeciam. Mais maravilhosamente, Jesus não só ouvia a sua voz de pai constantemente, mas viu as obras de Deus e majestade. Sua revelação foi completo, vinda de uma empresa de comunhão com Deus. Jesus é o Espírito do Seu Espírito e do amor de Seu amor.

Mas os judeus odiavam os gerado um do pai. Isso provou que eles não estavam vindo do Deus verdadeiro. A fonte de seu pensamento era diferente celeste. Nesta fase da discussão, Jesus tentou atraí-los a pensar sobre a identidade dos seus "pais". Não foi Abraão.

Os Judeus consideravam-se da descendência de Abraão, e assumiam que pela ligação com o Pai da fé, herdariam as promessas que Deus concedeu ao Seu servo obediente.

Jesus não rejeitou os privilégios dessa relação, mas entristeceu-se que os filhos de Abraão eram desprovidos do espírito do antepassado. Isso lhe deu a capacidade de ouvir a voz de Deus e manter sua palavra. Como resultado, eles fecharam seus corações para as palavras de Jesus, e estas palavras não conseguiram entrar em seus corações ou iluminá-los. Eles permaneceram ignorantes e incrédulos. As declarações de Cristo não geraram nenhum fruto naquela multidão a não ser a recusa e o ódio. Provavelmente, a maioria deles não estava no estágio de querer matar Jesus, mas Jesus, porém, descobriu as intenções de seus corações e sabia que o ódio é um prelúdio ao assassinato. Logo eles iriam gritar "Crucifica-o, crucifica-o" (Mateus 27:21-23, João 19:15).

Abraão ouviu a voz de Deus e imediatamente lhe obedeceu. Mais maravilhosamente, Jesus não só ouvia a voz de seu pai constantemente, mas viu as obras de Deus e sua majestade. Sua revelação foi completa, vinda de uma firme comunhão com Deus. Jesus é o Espírito do Seu Espírito e do amor de Seu amor.

Mas os Judeus odiavam o Unigênito do Pai. Isso provou que eles não serviam ao Deus verdadeiro. A fonte de seu pensamento era diferente da fonte celeste. Nesta fase da discussão, Jesus tentou atraí-los a pensar sobre a identidade dos seus "pais". O pai deles não era Abraão.

JOÃO 8:40-41
40 Mas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a verdade que de Deus tem ouvido; Abraão não fez isto. 41 Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe, pois: Nós não somos nascidos de prostituição; temos um Pai, que é Deus.

Os Judeus se ressentiam das palavras de Cristo, porque ele havia os acusado de estar fora de sintonia com o espírito de Abraão. Sua confiança com sua descendência de Abraão formava a base da sua fé e sua esperança. Então, como Jesus se atreve Jesus a encontrar falhas na conexão com Abraão e, por fim, anulá-la?

Jesus também lhes mostrou que as obras de Abraão estavam na obediência da fé em Deus, quando ele deixou seu lugar como um migrante. Sua confiança na fidelidade de Deus foi demonstrada quando ele se ofereceu para sacrificar seu filho Isaque, também foi demonstrada pela humildade que ele mostrou para seu sobrinho Ló. Mas os Judeus demonstraram sua teimosia, rebelião e incredulidade e que seu espírito era contrário ao de Cristo. Assim, eles contestaram a verdade encarnada em pé no meio deles e nem ouviram a voz de Deus por intermédio dele. Jesus não veio como o Filho de Deus rodeado pelos anjos na glória, mas como um homem simples que tinha apenas o impacto de suas palavras. Ele não quis forçar os homens a aceitar o seu Evangelho, mas ele veio para revelar o amor de Deus, sua graça e seu Nome. Eles recusaram esta boa notícia com desprezo, e então brincaram com a idéia de matá-lo. Isto se contrasta com as qualidades e os feitos de Abraão, ele ouviu, obedeceu, viveu e fez tudo de acordo com a revelação de Deus.

JOÃO 8:42-43
42 Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. 43 Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra.

Jesus mostrou aos Judeus que Abraão não era seu pai e então ele levou-os a discernir o nome do pai verdadeiro a quem eles estavam seguindo.

Os Judeus sentiram que Jesus havia deixado clara a diferença entre ele e eles. Eles responderam que não eram os filhos da fornicação ao contrário dos Moabitas e Amonitas, que nasceram do incesto (Gênesis 19:36-38). Nem eram uma raça mista, como os Samaritanos, uma vez que alegaram que Deus era seu Pai, baseando-se na passagem em Êxodo 04:22 e Deuteronômio 32:6, assim como Isaías 63:16. Quando Jesus salientou que Deus era seu Pai, eles responderam que Ele era seu pai também de acordo com as Escrituras. Esta era uma doutrina de sua fé pela qual haviam lutado e sofrido. Mas o seu testemunho era falso.

Jesus demonstrou rapidamente que eles estavam enganando a si mesmos. Ele disse: "Se Deus fosse vosso Pai, vocês me amariam, porque Deus é amor, não ódio. Ele ama o Seu Filho, que procede d'Ele, e o Filho carrega a sua essência". Jesus não era independente do Pai, mesmo por um momento, mas obedeceu como um apóstolo obediente.

Então Jesus perguntou à multidão: "Por que vocês não entendem a minha língua? Eu não falo em línguas estrangeiras, mas eu ofereci o meu Espírito em palavras simples, que até os pequeninos compreenderiam". Jesus respondeu sua própria pergunta, dizendo aos seus inimigos: "Vocês não podem ouvir, vocês não são livres, mas escravos, a vida espiritual de vocês está perdida. Vocês se assemelham os surdos que não ouviram o chamado".

Querido irmão, como está sua audição espiritual? Você ouve a palavra de Deus em seu coração? Você ouve a Sua voz ansiosa para te limpar e organizar o seu ser interior? Ou você está estão orgulhoso e surdo porque um espírito estranho se apoderou de você? Você trabalha para Deus no poder do Evangelho ou um espírito maligno habita em você, te dando ordens e dando instruções do que fazer?

PERGUNTA:

  1. Como Jesus prova aos judeus que eles não eram filhos de Abraão?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 10, 2012, at 11:02 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)