Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- Acts - 102 (Paul’s Parting Sermon)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Azeri -- Bulgarian -- Cebuano -- Chinese -- English -- French -- Georgian -- Indonesian -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Tamil -- Telugu -- Turkish -- Urdu? -- Uzbek -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

ATOS - Na procissão triunfal de Cristo
Estudos nos Atos dos Apóstolos
PARTE 2 - Registros sobre a pregação entro os Gentios e a fundação das igrejas de Antioquia a Roma – Através do ministério do Apóstolo Paulo, comissionado pelo Espírito Santo (Atos 13 - 28)
D - A terceira viagem missionária (Atos 18:23 - 21:14)

9. O sermão de despedida de Paulo aos Bispos e Anciãos (Atos 20:17-38)


ATOS 20:33-38
33 De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem o vestuário. 34 Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram. 35 Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber. 36 E, havendo dito isto, pôs-se de joelhos, e orou com todos eles. 37 E levantou-se um grande pranto entre todos e, lançando-se ao pescoço de Paulo, o beijavam, 38 entristecendo-se muito, principalmente pela palavra que dissera, que não veriam mais o seu rosto. E acompanharam-no até o navio.

Paulo resumiu sua doutrina durante seus três anos de ministério em Éfeso, e talvez por toda a sua pregação na Anatólia e na Grécia, bem como, neste sermão original. Não é possível explicar as riquezas estas palavras carregam em apenas algumas linhas, para o significado dessas afirmações seriam suficientes para preencher três anos de sermões. É necessário reler o capítulo 20, do versículo 17 ao versículo 38, para obter os tesouros que estão escondidos em cada palavra.

Como surpreendente! No final de seu sermão Paulo não falar sobre as coisas espirituais, mas sobre dinheiro, com dinheiro o espírito que o rodeiam também vem na vista. Paulo não estava preparado para receber qualquer doação ou contribuições por si mesmo. Nem eles cobiçam as riquezas para os membros da igreja. Ele desprezava a riqueza deste mundo que perece, e disse que contava perda todas as coisas pela excelência do conhecimento de Cristo. Ele morreu ao anseio após anexos física e sexual, por tinha sido crucificado e sepultado com Cristo, e agora vivia para as coisas celestiais. Paulo trabalhou com as mãos para suprir suas necessidades próprias, e foi diligente e hábil em sua profissão. Ele trabalhou de acordo com suas palavras: "Faça o que fizer, faça-o de coração, como ao Senhor e não aos homens" (Col. 3:23). Ele ganhou dinheiro mais que suficiente para si e para o apoio daqueles que estavam com ele. Ele mostrou as mãos com orgulho para os anciãos, pois eles eram ásperos, ironizava, e grosseiro, tendo sofrido uma grande dor em sua ocupação manual. Paulo considerou estas indicações claras de honra. Ele não levantou lápis para escrever um livro, mas trabalhava com suas mãos, falou com a boca e caminhou longas distâncias com os pés. Paulo ofereceu não só sua mente, mas também seu corpo como um sacrifício vivo e agradável a Deus e ao Seu Ungido.

Paulo não concorda com qualquer sentado preguiçosamente Christian e descontraído, fantasiosamente esperando a vinda do seu Senhor, ao deixar sua queda casa em angústia e fome por causa da ociosidade. Paulo trabalharam noite, duro e dia, em sua profissão para ser um exemplo, bem como para remir o tempo, para glorificar o nome de seu Senhor.

Ele não gastar seu dinheiro apenas para satisfazer suas necessidades e seus companheiros, mas também sacrificaram para os pobres. Nossos salários ou pagamentos diários não são feitos apenas para satisfazer nossas necessidades. Eles também se destinam a ajudar-nos a servir, dar, e do sacrifício. Cristo disse: "Você tem os pobres sempre com você". Os doentes, os fracos, as viúvas e os órfãos são muitos e aguardam a sua ajuda. Você só encontra Cristo com eles, pois Ele disse: "Eu estava nu, preso, doente, e os necessitados, e não fostes visitar-me, vesti-me, ou cuidar de mim". (Mt. 25:31-46) O que você está esperando antes de começar uma vida de sacrifício e de serviço? Você está de coração duro ou ainda cego, porque você não pode ver os aflitos?

Para resumir suas palavras, Paulo citou uma frase de Cristo que não é registrado em qualquer um dos nossos Evangelhos. No entanto, ele contém o resumo dos evangelhos e o estandarte sobre todas as epístolas Paulinas: "É mais abençoado dar do que receber". Este verso revela a profundidade do coração de Deus, que está feliz, contente, alegre e que Ele pode abençoar-nos continuamente e nos dar boas dádivas em todos os momentos. Cristo veio para dar-se pelos pecadores.

O princípio de sacrifício e dar a vida pelos outros é o alicerce espiritual do cristianismo. O amor de Deus leva-nos ao serviço contribuição, atividade e participação, não para satisfazer a nós mesmos, mas para satisfazer aqueles que não dignos deste amor. Como Cristo deu a Sua vida em resgate de muitos, assim o Senhor nos chama a sacrificar o nosso dinheiro e tempo para ajudar os outros na nossa família, profissão, igreja, e as pessoas. Você não vai saber alegria verdadeira até que você sacrifica-se para Deus e o homem. Assim, o sacrifício de Cristo se tornou a bandeira da igreja, e o emblema sobre nossos pensamentos, palavras e atos. Você está infeliz no fundo de seu coração? Se sim, então reconhecer a declaração apostólica que você deve trabalhar duro e ajudar os fracos e pobres. A palavra "deve" é inevitável se você está a ser um verdadeiro cristão, um ancião, ou um líder na igreja.

Paulo não era um filósofo teórico, mas um guerreiro de oração realista. Não há frutos sem oração. Uma multidão de palavras é inútil, pois Deus abençoa e edifica sozinho. O apóstolo ajoelhou-se com os anciãos da igreja e rezou com todo seu coração. Você já leu a oração apostólica, que fluiu para fora dos recessos mais íntimos do coração de Paulo? Leia sua epístola aos Efésios (1:3-14; 1:17-23; 3:14-21). Se você participar nestas orações apostólica consciente e ponderadamente você vai reconhecer como os pobres de nossas orações. Peça a Jesus para o espírito de oração, para a oração eficaz, fervorosa de um justo pode muito (Tiago 5:16).

Os anciãos reconheceu que esta oração contidas as últimas palavras que ouvia da boca de Paulo. Suas lágrimas escorriam por gratidão, amor, tristeza, dor e. Não é vergonhoso para um homem a chorar como resultado de sentimentos puros e sinceros. Lágrimas foram derramadas para o homem de Deus, que tinha aberto a porta do céu para eles, e servido com a labuta de seu corpo entre eles. Agora ele estava indo para a dor e tribulação. Beijaram-lhe um após outro, como um símbolo de terna afeição na família eterna de Deus.

ORAÇÃO: Senhor Jesus Cristo, nós Te adoramos e agradecemos, porque sua palavra nos dá a plenitude da salvação e o poder do amor e conforto na esperança. Ensina-nos a trabalhar duro na escola, na nossa profissão e em casa, que não sejamos preguiçosos. Que possamos aprender a sacrificar nossas posses e tempo para os outros, tal como o Senhor fez.

PERGUNTA:

  1. Por que é mais abençoado dar do que receber?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on September 27, 2012, at 12:08 PM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)