Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- John - 071 (Jesus across the Jordan)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bengali -- Burmese -- Cebuano -- Chinese -- English -- Farsi? -- French -- Georgian -- Hausa -- Hindi -- Igbo -- Indonesian -- Javanese -- Kiswahili -- Kyrgyz -- Malayalam -- Peul -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Somali -- Spanish? -- Tamil -- Telugu -- Thai -- Turkish -- Urdu -- Uyghur? -- Uzbek -- Vietnamese -- Yiddish -- Yoruba

Previous Lesson -- Next Lesson

JOÃO – A Luz Resplandece nas Trevas
Um Curso de Estudos Bíblicos no Evangelho de Cristo segundo João

PARTE 2 – A Luz Resplandece nas Trevas (João 5:1 – 11:54)
C – A última viagem de Jesus a Jerusalém (João 7:1 – 11:54) A separação entre as Trevas e a Luz.
4. A ressurreição de Lazaro e seu resultado (João 10:40 - 11:54)

a) Jesus além do Jordão (João 10:40 – 11:16)


JOAO 11:11-16
11 Assim falou; e depois disse-lhes: Lázaro, o nosso amigo, dorme, mas vou despertá-lo do sono. 12 Disseram, pois, os seus discípulos: Senhor, se dorme, estará salvo. 13 Mas Jesus dizia isto da sua morte; eles, porém, cuidavam que falava do repouso do sono. 14 Então Jesus disse-lhes claramente: Lázaro está morto; 15 e folgo, por amor de vós, de que eu lá não estivesse, para que acrediteis; mas vamos ter com ele. 16 Disse, pois, Tomé, chamado Dídimo, aos condiscípulos: Vamos nós também, para morrermos com ele.

Lázaro foi descrito por Jesus como "nosso amado". Muitas vezes, Jesus e seus discípulos tinham sido convidados em casa de Lázaro. Ele foi, portanto, um amigo de todos os discípulos. Assim, podemos dizer, Lázaro como "amado de Jesus" paralelos título de Abraão como "amigo de Deus".

Jesus aplica o termo "dormir" até a morte, de salientar o fato de que a morte não é o fim da vida. Nossos corpos perecem, mas nossas almas persistem. Nosso descanso, hoje, é no Senhor pela fé. Estamos satisfeitos e descansando em sua vida, e vamos observar o nosso Salvador, o despertar de nós na ressurreição. Nós viveremos para sempre.

"Eu vou despertá-lo", disse Jesus com confiança. Ele não disse: "Vamos rezar para descobrir o que Deus quer que façamos, e como nós o conforto da família". Não, ele estava conversando com seu pai por dois dias antes da notícia chegou-lhe da morte de seu amigo. Ele estava certo Lázaro "aumento iria preceder a sua própria glória subindo. Este foi para fortalecer a fé dos seus seguidores e provar aos seus inimigos que só ele era o Messias. Então, claramente, acrescentou, "eu vou criá-lo", como se a mãe dizia: "vou acordar meu filho, sua hora de ir para a escola." Jesus não hesita, ele era a própria vida e Senhor sobre a morte. A fé em Jesus nos liberta de todo medo, e vai confirmar-nos na vida.

Os discípulos não conseguiram compreender o significado da vitória de Cristo na época. Eles imaginaram Lázaro estar dormindo, por isso não havia razão para ir vê-lo e acordá-lo. Ainda mais porque eles estavam arriscando a morte nas mãos dos judeus.

Então Jesus falou abertamente sobre a morte de Lázaro, dizendo: "Ele está morto". Esta notícia perturbado os discípulos, mas Jesus tranqüilizou-os, dizendo: "Alegro-me." Esta é então a resposta do Filho de Deus até a morte. Ele vê a vitória e ressurreição. A morte não é um motivo de lamentação, mas de alegria, pois Jesus garante a seus seguidores de vida. Ele é a vida: quem acredita n'Ele faz parte de sua vida.

Jesus continuou: "Alegro-me por amor de vós, que eu não estava lá em sua morte, e não curá-lo no local. Este é o sinal sobre o final de cada pessoa. Contudo, a fé nele, começa uma nova vida. Vamos a ele". Isso vai indica lágrimas e lamentações para a humanidade, mas para Jesus fala de ressurreição. Agradecemos a Deus que Jesus vai dizer, quando nós jazemos na sepultura, "Vamos a ele". Sua vinda para nós vai significar a vida, liberdade e luz.

Tomé, o apóstolo, amou Jesus e foi corajosa. Quando ele percebeu resolver Cristo para ir para o cadáver, não percebendo que o objetivo de Cristo foi arrancá-lo do seu túmulo, Tomé voltou-se para seus companheiros e disse com firmeza: "Não devemos deixar Jesus sozinho, nós amamos nosso Senhor e deve acompanhá-lo até a morte. Estamos todos ligados a ele". Tomé, assim, enfatizou sua lealdade até o fim.

PERGUNTA:

  1. Por que Jesus se dirigiu vitorioso para resgatar Lázaro?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 10, 2012, at 11:10 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)