Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":

Home -- Portuguese -- Colossians -- 030 (Paul´s Struggle for the Churches)

This page in: -- Arabic -- Chinese -- English -- German -- PORTUGUESE -- Spanish -- Turkish

Previous Lesson -- Next Lesson

COLOSSENSES - Cristo em vós, o povo da glória!
Estudos na Carta de Paulo aos Colossenses

Parte 2 – O reconhecimento do mistério de Cristo nos protege de falsos ensinamentos (Colossenses 2:1-23)

8. O esforço de Paulo pelas igrejas em Colossos e em Laodicéia (Colossenses 2:1-3)


Colossenses 2:1-3
1 Porque quero que saibais quão grande combate tenho por vós, e pelos que estão em Laodicéia, e por quantos não viram o meu rosto em carne; 2 para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em amor, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do mistério de Deus e Pai, e de Cristo, 3 em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência.

Paulo foi ao mesmo tempo entusiasmado e preocupado ao mesmo tempo; igrejas satélites haviam começado, brotando, sem ele, no interior de Éfeso. Crentes que ouviram suas palestras missionárias na escola de Tirano (At 19:9-10), na capital provincial de Éfeso, tinha começado a levar a boa notícia adicional. Tudo isso estava causando uma conflagração generalizada e não espiritual no sertão. O apóstolo também sabia que Satanás estava vagando como um leão faminto pronto para devorar e destruir quem ele pode se apropriar. Por isso, ele teve o cuidado de incluir esses crentes, especialmente, desconhecido para ele, pessoalmente, em sua oração de intercessão. Ele continuamente lutou com o Senhor em oração, pedindo que sua fé não poderia deixar e que sejam capazes de sacudir seu tentador. Além dos seguidores de Cristo em Colossos, ele tinha também levado a igreja na terra vizinha de Laodicéia (Ap 3:14-22) em seu reino espiritual de autoridade. Para todos esses novos crentes, a quem ele nunca havia encontrado face a face, ele fielmente oraram e confiável.

O primeiro objetivo dos esforços de Paulo, durante o tempo de sua prisão, enquanto pendentes de julgamento, foi para fortalecer o coração do crente. Eles precisavam saber: o apóstolo já ouviu falar sobre nós. Ele nos ama, acredita em nós e intercede por nós. Assim, ele esperava que os membros da igreja sensível em uma sociedade multicultural seria começar a puxar juntos, que eles iriam começar a tomar a responsabilidade social e práticas para o outro. Eles precisavam praticar um amor sacrificial pragmática entre si, e não apenas falar piedosamente. Além disso, eles precisavam para crescer em um total entendimento do evangelho, e aprender o maior de todos os mistérios revelados, que é: "Cristo" é o único de Deus, que foi ungido com o Espírito Santo (Salmo 45:8, Lucas 4:18, Hb 1:9). Professor Adolf Schlatter, que conheciam o grego do Novo Testamento, junto com suas notas de rodapé, pelo coração, escreveu perto do fim da sua vida um livro intitulado: "Não sabemos Jesus" Ele queria deixar claro para os cristãos maduros que o nosso conhecimento de as riquezas do amor e do poder de Cristo nunca pode chegar ao fim. Quando nós nos humilhamos e são estudantes atentos ao Exaltado e crucificado, podemos esperar encontrar prodígio sobre o admira.

Paulo descreve a pessoa de Jesus como "o mistério de Deus". Esta expressão transmite a verdade de que, apesar de toda a sabedoria que temos de Jesus, isso ainda representa apenas o início e a superfície externa da Sua plenitude. Nele permanecem escondidos, para todos os Seus seguidores espalhados por toda a terra, ainda surpresas incalculáveis, forças e bênçãos.

Na mistura de culturas do Mediterrâneo, sob a influência da cultura grega, existe frequentemente dominado o chamado "reconhecimento" dos filósofos modernos, ou os "insights" para o reino dos místicos e necromantes. Quem tinha alguma coisa nova e sensacional para oferecer, era respeitado e ouvido. Paulo sorriu ao longo destes homens sem esperança de gênio, pois nenhum deles sabia Jesus, que é o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim de toda a ciência, sabedoria e conhecimento. Quem não reconhece Deus permanece ingênuo, não ter conhecido a verdadeira medida para a sua vida ou para o seu povo e despreparados para o julgamento por vir. Aquele que nega o perdão dos pecados, através da crucificação de Jesus, tem o poder por um demônio, pois ele se fecha, não só para si mas para outros, a única porta aberta para Deus. Quem não foi esclarecida, renovada e conduzir pelo Espírito Santo, ainda é espiritualmente mortos em seus pecados. Ele se assemelha a um homem cego que sente que há um sol, mas nunca vi isso. Paulo teve a coragem de confessar: "Em quem (Cristo) estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento" (Cl 2:3). Esse princípio deve ser ensinado em nossas escolas superiores de ensino e em nossas universidades, de modo que doutorandos tornar-se espiritualmente sensíveis, e todos aqueles que procuram a verdade pode tornar-se sábio.

O apóstolo não encolher de declarar que no Senhor Jesus não repousa todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento, pois ele mesmo tinha visto Cristo, no Seu glorioso esplendor, antes de os portões de Damasco. Naquela época, a reavaliação de todos os seus valores terrenos golpeou-o como um relâmpago, juntamente com uma reavaliação espiritual de todas as idéias, as pessoas e as leis. Ele escreveu à igreja em Roma: "Porque todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus" (Rm 3:23-24). Todos os filósofos, místicos e fanáticos de quebrar a lei sobre esta teologia baseada na Bíblia. Teologia liberal, também, com todos os seus ensinamentos interessantes e sensatas, não tem nada a oferecer, mas a palha, enquanto ele se recusa a curvar-se diante do Crucificado e ressuscitado. Todos devem confessar que só Ele é a soma de verdadeira teologia e saudável.

ORAÇÃO: Senhor Jesus, quem é você e quem somos nós? Você é a plenitude do amor e santidade, enquanto permanecermos orgulhosos anões e incompetentes. Você abriu para nós o caminho para o Pai no céu. De Você recebemos o perdão de nossa insensatez e do pecado. Você nos dá o poder do Teu Espírito Santo. Nós Te adoramos, pois em Você só descansa toda a plenitude da sabedoria e do amor de Deus.

PERGUNTA:

  1. Como foi que Paulo pôde escrever que em Cristo estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on February 16, 2012, at 07:54 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)