Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- Acts - 043 (First Persecution of the Christian Church at Jerusalem)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Azeri -- Bulgarian -- Cebuano -- Chinese -- English -- French -- Georgian -- Indonesian -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Tamil -- Telugu -- Turkish -- Urdu? -- Uzbek -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

ATOS - Na procissão triunfal de Cristo
Estudos nos Atos dos Apóstolos
PARTE 1 - A fundação da Igreja de Jesus Cristo em Jerusalém, Judéia, Samaria e Síria – Sob o amparo do Apóstolo Pedro, guiado pelo Espírito Santo (Atos 1 - 12)
B - A extensão do Evangelho da Salvação a Samaria e Síria, e o início das conversões dos Gentios (Atos 8 - 12)

1. A primeira perseguição contra a Igreja Cristã em Jerusalém e a dispersão dos crentes pela Samaria (Atos 8:1-8)


ATOS 8:4-8
4 Mas os que andavam dispersos iam por toda a parte, anunciando a palavra. 5 E, descendo Filipe à cidade de Samaria lhes pregava a Cristo. 6 E as multidões unanimemente prestavam atenção ao que Filipe dizia, porque ouviam e viam os sinais que ele fazia; 7 pois que os espíritos imundos saíam de muitos que os tinham, clamando em alta voz; e muitos paralíticos e coxos eram curados. 8 E havia grande alegria naquela cidade.

O diabo sempre tenta destruir a igreja cristã. A grande perseguição dos seguidores de Cristo começou imediatamente após o martírio de Estêvão. No entanto, a aflição do diabo não destruiu a igreja, mas reforçou sua vida espiritual. Homens e mulheres crentes começaram a sofrer tortura nas prisões de Jerusalém, mesmo quando Saulo, em todas as sua altivez, tornou-se escravo do diabo. Muitos membros da igreja se espalharam em regiões que não estavam sob a autoridade do Conselho Superior. Esses refugiados não encontraram imediatamente um novo lar. Eles provavelmente estavam esperando para voltar para suas casas em Jerusalém o mais rápido possível. Ao mesmo tempo, eles não se transformaram em mendigos, mas pregaram o reino de Deus e testemunharam a alegria de Cristo em meio ao sofrimento. Sua fé permaneceu intacta, e sua esperança havia sido incendiada. Eles entenderam o sentido profundo da palavra de Tiago quando disse: “Tenha, porém, a paciência a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma” (Tiago 1:04).

Filipe, um dos sete diáconos, fugiu para o território de Samaria e encontrou abrigo em Siquém, perto de Nablus. Ele descreveu aos seus ouvintes o Homem Divino, que tinha vencido a morte, salvo do pecado, derrotado Satanás, subiu ao céu, nos reconciliou com Deus, e que agora intercede por nós, sentado à direita do Poder e reinando com ele. Ele supera todos os poderes do mal naqueles que o buscam abrir-se ao Seu Espírito. Como Felipe tornou-se um instrumento nas mãos de Cristo, uma energia abundante do Espírito Santo começou a ser derramado dele. Espíritos imundos saíam de muitos dos endemoninhados com um grito alto. Aqueles sem esperança foram consolados, e os coxos andavam. Todo o povo se alegrou e correu para o pregador com um acordo. A salvação de Cristo tinha aparecido e a cidade estava cheia de alegria.

PERGUNTA:

  1. Qual é a diferença entre a fé em Cristo e a crença nas palavras de seus servos?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on September 27, 2012, at 11:40 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)