Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- Acts - 004 (Introduction to the Book)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Azeri -- Bulgarian -- Cebuano -- Chinese -- English -- French -- Georgian -- Indonesian -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Tamil -- Telugu -- Turkish -- Urdu? -- Uzbek -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

ATOS - Na procissão triunfal de Cristo
Estudos nos Atos dos Apóstolos
PARTE 1 - A fundação da Igreja de Jesus Cristo em Jerusalém, Judéia, Samaria e Síria – Sob o amparo do Apóstolo Pedro, guiado pelo Espírito Santo (Atos 1 - 12)
A - O Crescimento e Desenvolvimento da Igreja Primitiva em Jerusalém (Atos 1 - 7)

1. A Introdução ao Livro e a Promessa final de Cristo (Atos 1:1-8)


ATOS 1:6-8
6 Aqueles, pois, que se haviam reunido perguntaram-lhe, dizendo: Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel? 7 E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder. 8 Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.

Os discípulos ainda não haviam recebido o Espírito Santo quando eles vieram com perguntas terrenas, políticas a Jesus. Eles ainda estavam pensando em seu patriotismo e sua posição Judaica em Jerusalém. Eles imaginaram que o Cristo Rei, que havia sido ressuscitado dos mortos, teria início a partir de Jerusalém reinando em glória e majestade sobre todos os povos. O espantoso é que Cristo de forma alguma rejeita esta pergunta, mas confirmou que o reino divino viria sem dúvida nenhuma. Ele esclareceu aos seus apóstolos, no entanto, que este reino celestial não seria definido de acordo com a imaginação humana e nem no presente momento.

Deus tem um plano especial. Ele viu a história dos povos diante dele desde a eternidade passada e deu a cada tribo e nação um tempo para o arrependimento sincero e um tempo para viver a fé. Ele também definiu os horários e limites de sua paciência. Este curso definido da história, no entanto, não está diante de nós como um destino destrutivo ou um decreto divino pavoroso porque estamos cientes de que nosso Pai definiu tudo ao longo do tempo registrado. Sabemos que o seu amor trouxe e ainda traz a bondade ao mundo. Porque o amor possui resiste ao tempo, não precisamos nada temer. Nosso Pai é o Governador e a verdadeira Autoridade. Todos os atos da revolução e poderio militar são ineficazes para alterar a execução de Seu plano, pois o seu reino não vemos somente espiritualmente, mas também de maneira inequívoca, gloriosamente e poderosamente. A autoridade de Deus é edificada sobre o amor e a verdade e não na indiferença e injustiça. Aquele que conhece a Deus como seu Pai, alegra-se sobre o futuro.

Cristo apagou todos os pensamentos políticos da mentes de seus discípulos e preparou seus seguidores à promessa visível do Pai. Ele se referiu à sua realização como "receber do poder". Você já percebeu, caro leitor, que você é fraco e que você vai morrer como todos os outros homens? Você também é um tolo, feio, mau e mortal em comparação com a glória de Deus, santidade e sabedoria. Seu poder não desce sobre o homem natural. Você não pode reformar a si mesmo pelo seu próprio poder porque você é fraco, como todos os homens, e um escravo do pecado. A primeira obra de Cristo na criação de seu reino escondido é dar poder aos Seus seguidores. A palavra Grega para poder significa, "dinamite". O poder de Deus explode o coração de pedra, coloca em nós o coração misericordioso e supera nossas mentes endurecidas para que possamos pensar sobre as coisas de Deus. O dom celestial de Deus para aqueles que crêem em Cristo é o mesmo poder especial com a qual ele criou o mundo. Este poder é evidente e visível em Jesus.

Você recebeu o poder de Deus ou você ainda está morto no pecado? Você vive no amor do Pai? Você pode fazer todas as coisas naquele que te salvou? Sua força se aperfeiçoa na fraqueza. Você sabe que a oração eficaz fervorosa de um justo pode muito?

O poder de Deus não é um mistério. É o próprio Santo Poder que é de eternidade a eternidade, uma das três pessoas em um Deus que é digno de nossa adoração e compromisso. Nós adoramos esse divino Espírito com toda a alegria e gratidão e glorificamos a luz do Pai e do Filho. Ele tem, verdadeiramente, habitado em nós, que somos pobres, confirmou a nossa salvação em Cristo e abriu os nossos olhos interiores para a realidade de Deus. Ele é o nosso Pai celestial. Nenhum homem natural tem a essência divina habitando em si mesmo. Ele vem de fora do nosso mundo e ilumina aqueles que amam a Cristo, enchendo-os de sua vida, seu amor e sua paz.

Ninguém pode chamar a Cristo de "Senhor", senão aquele que é guiado pelo Espírito da verdade. Ele cria em nós a fé verdadeira. O Espírito do Filho abre a boca e nos ensina a falar em uma língua celestial. Ele nos encoraja a dizer: “Nosso Pai que estás nos céus, santificado seja o teu nome. Venha o teu reino. Sua vontade seja feita na terra como no céu”. Você já se abriu a esse bondoso Espírito? Você sabe que Ele está presente e está determinada a enchê-lo?

O Espírito Santo permitiu aos apóstolos, outrora sem poder algum, perceberem Cristo em Sua divindade. Ele estabeleceu a fé neles, os levou a testemunhar a Sua verdade e deu-lhes poder para humildemente fazer a Sua vontade. O Espírito Santo nos torna testemunhas de Cristo. Estamos a apontar para o nosso Salvador e Renovador, confessamos a nossa corrupção diante dEle, testemunhamos o poder de Jesus para perdoar os nossos pecados e mostrar a todos os homens que Ele, que nasceu do Espírito Santo é o verdadeiro Filho de Deus. Ele nos santifica pelo Seu sangue e nos capacita pelo seu Espírito. Temos que acreditar e ensinar aos outros que o Senhor Jesus hoje salva a muitos pelo Espírito de Seu evangelho. Ele expulsa os maus espíritos dos homens ímpios pela Sua Palavra e constrói o seu reino em corações quebrantados. É necessário mencionar que a palavra árabe "shahid" significa tanto "testemunho" quanto "mártir". Não nos surpreenderia se o espírito do mundo se levantar contra nós, pois ele já se levantou para crucificar Nosso Senhor.

O Espírito de Deus começou a levantar-se em Jerusalém. Funcionou como um incêndio na Judéia, chegou a Samaria, avançou a Antioquia e se espalhou pela Ásia Menor. Ao mesmo tempo, espalhou-se para o Norte de África, Etiópia e no Iraque, entrou na Grécia e conquistou a capital de Roma. Lucas, o evangelista, reconheceu o curso em brasa do amor de Deus e registrou em seu livro. Agora, a tocha do evangelho foi colocada em suas mãos, caro crente, e nós dizemos a você: "Iluminai a sua volta com o amor do Filho de Deus, vós sois a luz do mundo". Mas se examine em primeiro lugar: Você recebeu o poder de Deus? O Espírito Santo habita em você? Caso contrário, espere a promessa do Pai, em espírito de oração e peça para que seja dado. Na leitura do evangelho você vai descobrir a promessa do Pai..

ORAÇÃO: Ó Pai, te adoramos e te amamos por você nos fez seus filhos pela morte de seu Filho. Sua glória é realizada em nós através de Seu Santo Espírito. Mantenha-nos em Seu amor porque Tu és nosso Pai. Com gratidão, comprometemo-nos a Ti, pedindo-lhe para nos encher com Seu Espírito Santo, que a nossa volta seja iluminada pelo brilho do nome de Cristo.

PERGUNTA:

  1. Quem é o Espírito Santo? Qual é o seu plano?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on September 27, 2012, at 11:23 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)