Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":

Home -- Portuguese -- Colossians -- 026 (Christ the Head and Reconciler of the Church)

This page in: -- Arabic -- Chinese -- English -- German -- PORTUGUESE -- Spanish -- Turkish

Previous Lesson -- Next Lesson

COLOSSENSES - Cristo em vós, o povo da glória!
Estudos na Carta de Paulo aos Colossenses

PARTE 1 – Os fundamentos da Fé Cristã (Colossenses 1:1-29)

6. Cristo é o Cabeça e Reconciliador da Igreja com Deus (Colossenses 1:18-23)


Colossenses 1:21-23
21 A vós também, que noutro tempo éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, agora contudo vos reconciliou 22 no corpo da sua carne, pela morte, para perante ele vos apresentar santos, e irrepreensíveis, e inculpáveis, 23 se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé, e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro.

Você já experimentou a salvação completa?

Em franqueza fraternal, Paulo lembrou aos membros da igreja de Colossos que tinham crescido em uma sociedade multicultural e sem Deus, que estava hostil para com a igreja de Jesus, ter uma mentalidade estranha ao evangelho. Fundamentalmente, eles eram inimigos do Filho de Deus, e nem negou a Sua divindade e Sua obra de redenção ou permaneceram indiferentes a ele. Suas obras más, decorrente da sua convicção do mundo, foram aumentando. Precisamos honestamente ler através da pregação do Senhor Jesus e os apóstolos, para que nós mesmos podemos reconhecer como nossos pecados, também, do passado e do presente, foram acumulando-se como areia na praia do mar (Lucas 16:19 - 31; 18:9-14; Rom 1:28-32;. 3:9-20; Rev. 21:08; 22:11, 15).

O principal problema em relação ao conhecimento do pecado não reside na falta de circuncisão ou não guardar o sábado, mas, muito mais, o egoísmo flagrante no sangue de cada pessoa e da hipocrisia de muitas pessoas piedosas, que optam por negar ou esquecer o seu pecado. Feliz o pecador que, na santidade e no amor de Deus e de Seu Filho, reconhece que Deus é o nosso padrão de medida, e, assim, são falhas absoluta. Que precisa ser reconhecido e confessou a partir do coração, junto com todos os nossos atos atrozes, para que possamos vergonhosamente curvar diante de Deus, na expectativa esperançosa de perdão.

Paulo assegurada mesmo o maior pecador, que verdadeiramente se arrepende e lamenta vergonhosamente seu pecado, que Jesus tinha, através do derramamento de Seu sangue, reconciliou-lo a seu pai. Esta reconciliação está disponível para cada pessoa em todos os momentos.

Ao mesmo tempo, Paulo nos assegura que o perdão dos pecados não é o objetivo final da morte de Cristo, de expiação, mas, sim, a purificação e santificação do crente em seu caráter inteiro. A santidade de vida, através do sangue de Jesus Cristo e o poder do Espírito Santo, é indispensável. O Senhor Jesus quer ter-nos estar em Sua presença como irrepreensível, inocente, puro e imaculado. Toda a vida de um pecador confessando deve ser renovada. Essa é a intenção da graça, a convocação de Cristo, e a necessidade de autonegação no poder do Seu amor (Ef 5:27). Esta renovação precisa de tempo. Assemelha-se ao descolar do velho e do pôr-se de Cristo, o novo homem. O fruto do Espírito Santo não crescer até a maturidade em questão de segundos. No entanto, o crescimento é estável e pacífica.

Segure firme para a Fé!

Paulo foi sensata e razoável. Ele sabia que as descrições da glória de Cristo, da Sua graça misericordiosa, da nossa reconciliação com Deus pela morte expiatória de Jesus, e da santificação através da renovação de nossas mentes todos os pendurado na linha fina da fé individual e pessoal em Cristo. Portanto, ele escreveu aos Colossenses: Tudo o que tenho proclamado a você é agora a sua como sua possessão espiritual, se você permanecer permanece em Jesus, o Messias verdadeiro e único, como uma uva na videira. Se você permitir-se a ser extirpado de confiar na graça de seu Redentor, através de contos religiosos de fadas e mentiras inteligente, e tentar trazer a sua própria salvação, através da auto-realização, você perderá o poder de Deus. Quem acredita que pode alcançar lucro eterna através das boas obras, mantendo leis especiais, ou com a ajuda dos anjos e espíritos, é muito enganado. Essa pessoa ainda tem que reconhecer a profundidade de sua própria depravação ou a santidade de Jesus e Seu sacrifício de expiação insubstituível. Ele cai de graça. A ligação da fé com o Crucificado e ressuscitado na força do Seu Espírito é a nossa vida eterna. Quem recua dele perde a esperança certa da vida espiritual. Só Jesus é o nosso Salvador, o Senhor protege e garante para a glória preparou para nós com o nosso Pai no céu.

Segure firme para a Fé,
Que Deus nunca pode deixá-lo cair.
Ele mantém sua promessa!

Paulo designado Sua mensagem de salvação, como Evangelho, que os colossenses tinha ouvido através de terceiros. A palavra "evangelho" (evangelion) era naquele tempo reservado para anúncios especiais da Casa do imperador - se um filho tinha nascido com ele ou o seu exército tinha ganhado uma vitória. Jesus e seus apóstolos lançaram a boa notícia da vinda do Filho de Deus e Sua vitória sobre o pecado, a morte e Satanás para essa palavra. Não tinha nada a ver com a filosofia, mas de certeza histórica, o que se poderia ou receber com alegria ou raiva rejeitar. Colossenses ouvido falar da vitória de Jesus, creram nele, e experimentou pessoalmente que o poder da Sua graça haviam criado neles uma nova vida e uma esperança consoladora. Paulo e seus co-trabalhadores espiritualmente lutaram por esta igreja, contra os fanáticos legalistas, dedicado à lei, quis levá-los extraviaram de sua confiança na graça, seduzindo-os a buscar a justiça através da manutenção da lei mosaica.

Ao mesmo tempo, o apóstolo testemunhou a nações não-judaicas que seu evangelho (evangelion) seria pregado em todo o Reino Romano, e não apenas com ele pessoalmente, mas de cristãos nascidos de novo que Cristo glorificado em todas as regiões do reino , através do poder do Espírito Santo. O reino espiritual do Filho de Deus foi, assim, irresistivelmente marchando por diante. Paulo, com certeza, ainda estava na prisão e aguarda trilha. Sua fé, porém, foi rompendo aço e pedra. É lançar mão da onipotência de Cristo, enquanto ao mesmo tempo, deixando-o sem paz até que abençoou as novas igrejas na diáspora.

Hoje, um terço da população mundial se dizem cristãos. O poder do evangelho não desistiu. Quem crê em Jesus é chamado, equipados e levar, como um servo do Deus vivo, tomar as verdades do evangelho àqueles que ainda estão na ignorância de sua mensagem gloriosa.

ORAÇÃO: Querido Senhor Jesus, nós agradecemos e exaltar porque você nos fez, pecadores rebeldes, santo, e despertou a verdadeira fé em nós. Defender-nos nestes tempos difíceis e causar a nossa fé no Senhor para permanecer firme. Fortalecer a esperança de que Você tem preparado para nós e os Seus seguidores em todo o mundo. Amém.

PERGUNTAS:

  1. Como podemos ser fortalecidas e tornadas empresa através de nossa fé em Jesus?''

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on February 16, 2012, at 07:53 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)