Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- Revelation -- 025 (Read the Book of Revelation Prayerfully)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bulgarian -- English -- French? -- German -- Indonesian -- Polish? -- PORTUGUESE -- Russian -- Yiddish

Previous Lesson -- Next Lesson

APOCALIPSE - Eis que cedo venho
Estudos no Livro do Apocalipse
LIVRO 1 - EIS QUE VENHO EM BREVE! (APOCALIPSE 1:1 - 3:22)
PARTE 1.2 A PRIMEIRA VISÃO E SUAS CONSEQUÊNCIAS SOBRE A TERRA: A APARIÇÃO DO FILHO DO HOMEM PARA SANTIFICAR SUAS IGREJAS (APOCALIPSE 1:9 - 3:22)
PARTE 1.2.3 QUEM TEM OUVIDOS, OUÇA O QUE O ESPÍRITO DIZ ÀS IGREJAS (APOCALIPSE 3:22)

Introdução: Leia o livro do Apocalipse em espírito de oração


3. O diagnóstico de Jesus sobre os sete líderes da Igreja e suas igrejas

Jesus busca os frutos do Espírito Santo em nós. À luz do Seu aparecimento, tudo o que está escondido no homem tornar-se-á visível. No julgamento final, Jesus não perguntará primeiro sobre fé, segundo nascimento, orações e atividades espirituais, mas sobre obras de amor (Mateus 25:31-45).

Jesus fez um inventário dos líderes da igreja na Ásia Menor. Um por um Ele verificou as coisas que o Espírito Santo tinha feito em e através de cada um deles. Ele assegurou-lhes cinco vezes que Ele saberia exatamente das suas obras. Depois disso, Ele deu um diagnóstico positivo a cinco dos líderes da igreja:

  • Ele falou quatro vezes sobre trabalho e esforço, de carregar cargas, e de verdadeiro serviço e obras para o Senhor (Apocalipse 2:2-3, 19; 3:8).
  • O Senhor testificou cinco vezes da paciência e perseverança do Seu servo e de que eles não se cansaram (Apocalipse 2:2-3, 19; 3:10).
  • Ele testificou cinco vezes de servos que não negaram sua fé nEle, mas se apegaram ao Seu nome apesar dos ataques violentos, enquanto também mantiveram Sua palavra (Apocalipse 2:13, 19; 3:10).
  • Somente uma vez o Senhor falou sobre o amor de um líder de igreja ou a pouca força de outro. Ele descreveu a pobreza de um terceiro pregador como sendo suas riquezas espirituais (Apocalipse 2:9, 19; 3:8). A fé de cada pastor individual era o pré-requisito para a avaliação do Filho de Deus. Onde não há fé, também não há fruto. Onde a vida espiritual não é zelosa, há pouco sacrifício.

Jesus também falou sobre as obras dos líderes da igreja em Sardis e Laodiceia. Mas eram incompletas, insuficientes e inúteis. Se os frutos do amor de Deus não amadurecerem, a fé será enfraquecida. A verdadeira fé permanece a suposição para todas as boas obras. É a fé e não as nossas obras que nos justifica e salva. No entanto, os frutos do Espírito são uma indicação da verdadeira fé. A fé que não resulta em obras está morta (Tiago 2:17, 26).

O Senhor não falou sobre as obras das igrejas em Esmirna e Pérgamo, mas sobre tribulação, tristeza, blasfêmia, martírio e sobre o trono de Satanás (Apocalipse 2:9-10, 13). Para esses dois homens, a fé significava fidelidade e continuidade no amor aos inimigos, ao mesmo tempo em que testificava a verdade. O amor e a verdade nunca devem ser separados. Amor sem verdade seria uma mentira, mas verdade sem amor é como matar. Portanto, a verdade dita em amor é um fruto do Espírito Santo.

Jesus se opõe a falsos desenvolvimentos em Suas Igrejas: No meio das avaliações positivas de Jesus, também ouvimos dele muitos diagnósticos negativos penetrantes. Ele disse abertamente a cada um dos líderes da igreja:

"No entanto, tenho isto contra ti, que deixaste o teu primeiro amor", para o líder da igreja em Éfeso (Apocalipse 2:4).

"Mas eu tenho algumas coisas contra ti, porque tens aí os que se misturam com outras religiões", ao líder da igreja em Pérgamo (Apocalipse 2:14).

"No entanto, tenho algumas coisas contra ti, porque não discerniste que o mal espiritismo e o feminismo, ligados à prostituição, representavam a entrada satânica na tua igreja; pelo contrário, tu os suportaste com um amor falso e superficial", ao ministro da igreja em Tiatira (Apocalipse 2:20).

Jesus não estava satisfeito em se dirigir a dois líderes da igreja com apenas a afirmação "Ainda assim, tenho isso contra ti", porque com eles o dano já era muito grande. Apenas um esforço urgente de ressuscitação administrado através dos sete Espíritos de Deus (Sardis; Apocalipse 3:1) ou uma ameaça chocante (Laodiceia; Apocalipse 3:16) poderia ajudar.

Jesus não encontrou nenhuma falha em dois de Seus líderes de igreja, que foram uma causa de alegria para Ele. Devemos estudar cuidadosamente este diagnóstico positivo de Jesus a respeito destes dois líderes da igreja, para que possamos reconhecer o que está faltando em nós (Esmirna; Apocalipse 2:10); (Filadélfia; Apocalipse 3:11).

Como isso se parece com o diagnóstico de Jesus sobre nós? Na avaliação de Jesus, nossas palavras, diplomas, contas bancárias, inteligência, beleza, posição ou conhecimento contam como nada. O que é necessário é amor santo, perseverança na fé, preparação para o sacrifício e continuidade na esperança. Não devemos anotar superficialmente o diagnóstico do Filho de Deus e depois esquecê-lo apressadamente, pois Jesus apareceu por causa do nosso fruto espiritual. Ele quer um reino construído sobre o Seu santo amor. Estamos vivendo em harmonia com o Seu plano e com o Seu conceito? Ou somos uma ofensa, vergonha ou motivo de raiva? Que tipo de líderes ou membros da igreja somos nós? Não deveríamos aprender a nos arrepender?

ORAÇÃO: Pai Celestial, nós te exaltamos porque teu Filho Jesus conhece os detalhes de nossos atos positivos e negativos. Perdoai-nos se os nossos serviços foram insuficientes, e santificai-nos para que o nosso Salvador encontre em nós o fruto do Seu trabalho.

PERGUNTA:

  1. Quantas vezes Jesus mencionou os atos, o trabalho e a paciência dos Seus servos? Quantas vezes Ele os repreendeu dizendo-lhes: "Eu tenho contra ti"?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on November 09, 2020, at 03:04 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)