Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":

Home -- Portuguese -- Do we Know the Holy Spirit? -- The Holy spirit in the Gospels

This page in: -- Arabic? -- English -- German -- Indonesian -- PORTUGUESE -- Russian
Nós conhecemos o Espírito Santo?
Uma pequena explicação para 335 textos bíblicos que falam do Espírito Santo
II. O Espírito Santo nos Evangelhos

1. O Espírito de Deus nos eventos do nascimento de Cristo


O Anúncio do nascimento de João Batista
Os dois anúncios do nascimento de Jesus
A visita de Maria a Isabel, a mãe de João Batista
A Obrado do Espírito Santo na Encarnação de Cristo
A condução do Espírito Santo na circuncisão de Cristo


O Anúncio do nascimento de João Batista

Lucas 1:13-17
13 Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João. 14 E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, 15 porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe. 16 E converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus, 17 e irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos, com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto.

Depois de mais de 500 anos de espera, as promessas que rodeiam a entrada poderosa de uma nova era de graça começou a ser realizado. O nascimento do profeta prometido foi anunciado por um anjo, a voz do que clama no deserto (Is. 40:3-5), que prepararia o caminho do Senhor no poder de Elias (Malaquias 3:1; 4:5-6). Ele nasceria a Elizabeth idade e estéril. Seu nome, "João", abriu o oratório para a idade da graça, porque o Senhor tem misericórdia e compaixão!

O profeta prometido seria cheio do Espírito Santo já no ventre materno, refletindo o fato de que João era o maior de todos os profetas da Antiga Aliança e, ao mesmo tempo, o que abriria a porta para a nova era (Mat. 11:11,13). Suas proclamações, falada no poder do Espírito de Deus, trouxe a conversões de muitos, jovens e idosos, nas pessoas da Antiga Aliança. Seu estilo de vida ascética e serviço forjaria a preparação dirigida pelo Espírito de seu povo para a vinda da Aliança de Deus.


Os dois anúncios do nascimento de Jesus

Lucas 1:30-35
30 Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus. 31 E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e por-lhe-ás o nome de Jesus. 32 Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; 33 e reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu reino não terá fim. 34 E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum? 35 E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus.

O anúncio do nascimento de Cristo pelo Anjo Gabriel começou com as palavras: "Não tenhais medo" A idade da graça dissipa todo o medo do julgamento de Deus e do poder de Satanás. A graça ilimitada de Deus foi prometido para a Maria desnorteado. O Redentor de seu povo deveria nascer por meio deste virgem. Seu nome é Jesus: A vinda de "Filho do Altíssimo" seria o Senhor invencível e Protetor de Seu povo em Seu reino eterno.

O Anjo Gabriel gentilmente explicou à Maria perplexo o mistério da sua gravidez. Seu Filho não seria gerado de uma forma humana normal, mas o Espírito Santo viria sobre ela, como o poder do Altíssimo. Portanto, o Santo que vir de sua era para ser chamado Filho de Deus.

No nascimento de Jesus não era para ser nenhum embrião concebido humanamente cheios do Espírito Santo, como havia com João Batista. Muito mais, o próprio Deus, por meio de Seu Espírito, tornou-se homem em Jesus. Eterno aliou-se com o que está passando, o Vivente com o homem mortal, o Santo com o fardo herdado de gerações de pecadores! Por quê? Ele fez isso para que aqueles com a injustiça pode se tornar filhos de Deus, para que os homens mortais poderiam ser nascido de novo e reconciliados com Deus. Com o anúncio do nascimento de Cristo, a idade da Graça tinha descido em nosso mundo.

Mateus 1:18-25
18 Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo. 19 Então José, seu marido, como era justo, e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente. 20 E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo; 21 e dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. 22 Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor, pelo profeta, que diz; 23 eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco. 24 E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher; 25 e não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.

José ficou chocado, triste e consternado quando soube que a mulher a quem ele era legalmente autorizados estava grávida. Ele amava Maria, e primeiro queria fugir como se tivesse sido a causa de sua gravidez.

O anjo do Senhor não apareceu pessoalmente a José, mas em um sonho. Ele proibiu-o de ser medroso ou triste, e ordenou-lhe para não abandonar Maria. Em vez disso, ele estava para levá-la sob sua proteção, já que Maria era justo, e tinha apenas engravidar através da vontade e poder de Deus. José era temente a Deus e sabia das escrituras do Antigo Testamento as promessas sobre o Espírito Santo. Ele acreditava que a mensagem do anjo, e levou a mulher a quem ele foi contratado para ser sua esposa. No entanto, ele não tocá-la até depois que ela havia nascido o seu Filho.

O anjo também comandou o descendente da geração real de David para dar ao filho o futuro do nome "Jesus", pois Ele era para ser o Salvador enviado por Deus de Seu povo. Ele não seria o redentor da ocupação romana, mas o Salvador da escravidão do pecado e do juízo iminente de Deus. Nunca devemos esquecer que o nome Jesus significa: "Senhor ajuda, salva e é vitoriosa" José acreditava, obedecida a revelação, e não o nome do recém-nascido após sua família, mas lhe deu o nome "Jesus". Todo o plano de salvação de Deus está contido neste nome singular e original!

Um anjo do Senhor o ajudou a que conhecia as Sagradas Escrituras para compreender a entrada do Espírito de Deus em sua família e em todo o nosso mundo. Ele se referiu a ele a promessa do profeta Isaías (Is. 7:14), que o nascimento do Messias seria por uma virgem. Assim, ele entendeu que seu filho de criação também seria chamado de "Emanuel", o que significa: "Deus conosco" O marceneiro ou carpinteiro tinha que compreender que Jesus, o Filho que lhe foi confiado, não seria um homem normal, mas o Deus encarnado , que tinha vindo para a humanidade, a fim de redimi-lo.


A visita de Maria a Isabel, a mãe de João Batista

Lucas 1:39-45
39 E, naqueles dias, levantando-se Maria, foi apressada às montanhas, a uma cidade de Judá, 40 e entrou em casa de Zacarias, e saudou a Isabel. 41 E aconteceu que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre; e Isabel foi cheia do Espírito Santo. 42 E exclamou com grande voz, e disse: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre. 43 E de onde me provém isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meu Senhor? 44 Pois eis que, ao chegar aos meus ouvidos a voz da tua saudação, a criancinha saltou de alegria no meu ventre. 45 Bem-aventurada a que creu, pois hão de cumprir-se as coisas que da parte do SENHOR lhe foram ditas.

O anjo do Senhor tinha revelado a Zacarias, o sacerdote, que o filho lhe prometeu seria cheio do Espírito Santo já no ventre materno. João não foi concebido através do Espírito Santo, mas através de seus pais. Seu enchimento com o Espírito Santo, no entanto, estendeu para Elizabeth, quando Maria se aproximou dela com Jesus em seu corpo. O João ainda a nascer saltou de alegria no ventre de sua mãe, quando ele sentiu a aproximação da vinda de Cristo.

Sua mãe, Elizabeth, imediatamente reconhecido através do espírito de profecia e confessou, como talvez a primeira pessoa de sempre, que Jesus é o Senhor, que criou e mantém tudo. Ela ligou para Maria, mãe de "seu Senhor", algo ilógico, mas espiritualmente verdadeiro. Ela imediatamente submeteu-se totalmente ao seu Senhor. Ela tinha sido instruído espiritualmente para entender que Maria estava grávida do Espírito Santo. A Maria noiva não tem que explicar-lhe o mistério da sua gravidez. Elizabeth reconheceram ainda que Maria não estava com a criança sem a permissão dela, mas tinha-se tornado grávida pelo Espírito Santo através de sua fé na palavra de Deus. Por causa desta fé abençoada Maria Elizabeth, e ainda profetizou que o plano de Deus prometido seria concluída por meio de Jesus. Nada poderia impedir a realização desta salvação.


A Obrado do Espírito Santo na Encarnação de Cristo

Lucas 2:8-11
8 Ora, havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho. 9 E eis que o anjo do Senhor veio sobre eles, e a glória do Senhor os cercou de resplendor, e tiveram grande temor. 10 E o anjo lhes disse: Não temais, porque eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo: 11 Pois, na cidade de Davi, vos nasceu hoje o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

Os três títulos de honra do recém-nascido Jesus são cheios do Espírito nomes para o Filho de Deus.

"O Salvador" significa, (do grego), o Príncipe da Paz e do governante do mundo soberano, que é vitoriosa em todas as frentes e protege bênção duradoura para o seu reino. Nele o resto Espírito do Senhor, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do Senhor (Is. 11:1-2).

"Cristo" significa o ungido com o Espírito Santo, assim como Ele mesmo testemunhou: "O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão para aqueles que estão vinculados; 2 a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus" (Is. . 61:1-2, Lucas 4:18-19)

"O Senhor" é o próprio Deus, que através do Espírito Santo em Jesus se fez homem, como havia revelado a Isaías e João Batista: "A voz do que clama no deserto:" Preparai o caminho do Senhor, endireitai no ermo uma estrada para o nosso Deus. 4 Todo o vale será exaltado, e toda montanha e colina sejam abaixadas, os lugares tortuosos serão endireitados, e os lugares ásperos liso; 5 A glória do Senhor será revelada e toda a carne estará junta; Para a boca do Senhor o disse. 10 Eis que o Senhor Deus virá com uma mão forte, e o seu braço dominará por ele ... 13 Quem guiou o Espírito do Senhor, ou como Seu conselheiro O ensinou? (Is. 40:3-5, 10, 13; 42:1-4; 60:1-3).


A condução do Espírito Santo na circuncisão de Cristo

Lucas 2:22-32
22 E, cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a lei de Moisés, o levaram a Jerusalém, para o apresentarem ao Senhor 23 (Segundo o que está escrito na lei do Senhor: Todo o macho primogênito será consagrado ao Senhor); 24 e para darem a oferta segundo o disposto na lei do Senhor: Um par de rolas ou dois pombinhos. 25 Havia em Jerusalém um homem cujo nome era Simeão; e este homem era justo e temente a Deus, esperando a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. 26 E fora-lhe revelado, pelo Espírito Santo, que ele não morreria antes de ter visto o Cristo do Senhor. 27 E pelo Espírito foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei, 28 ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse: 29 agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra; 30 pois já os meus olhos viram a tua salvação, 31 a qual tu preparaste perante a face de todos os povos; 32 luz para iluminar as nações, E para glória de teu povo Israel.

Lemos no relatório peculiar de Simeão, um membro piedosa da Antiga Aliança, que ele era englobava e inspirados pelo Espírito Santo. Ele respondeu em obediência à liderança do Espírito Santo e encontrou o menino Jesus, quando seus pais o levaram, como seu primogênito, para apresentar ao Senhor da Aliança. O Espírito de Deus revelou a este fiel e obediente idade: Este jovem envolto em panos é o Messias prometido! Ele é o Príncipe da Paz e do Mundo Régua, que não só foi enviado para o Seu povo obstinado, mas também a todas as nações sem lei como a Luz do Mundo. Agora você pode morrer em paz, para a era da graça chegou.

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 27, 2012, at 11:29 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)