Waters of Life

Biblical Studies in Multiple Languages

Search in "Portuguese":
Home -- Portuguese -- John - 026 (The Baptist testifies to Jesus the Bridegroom)
This page in: -- Arabic -- Armenian -- Bengali -- Burmese -- Cebuano -- Chinese -- English -- Farsi? -- French -- Georgian -- Hausa -- Hindi -- Igbo -- Indonesian -- Javanese -- Kiswahili -- Kyrgyz -- Malayalam -- Peul -- PORTUGUESE -- Russian -- Serbian -- Somali -- Spanish? -- Tamil -- Telugu -- Thai -- Turkish -- Urdu -- Uyghur? -- Uzbek -- Vietnamese -- Yiddish -- Yoruba

Previous Lesson -- Next Lesson

JOÃO – A Luz Resplandece nas Trevas
Um Curso de Estudos Bíblicos no Evangelho de Cristo segundo João

PARTE 1 – O Brilho da Luz Divina (João 1:1 – 4:54)
C – A primeira visita de Cristo a Jerusalém (João 2:13 – 4:54) – O que é a verdadeira adoração?
2. Cristo fala com Nicodemos (João 2:23 – 3:21)

d) Rejeitar a Cristo leva ao Julgamento (João 3:17-21)


JOÃO 3:17-21
17 Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. 18 Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. 19 E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. 20 Porque todo aquele que faz o mal odeia a luz, e não vem para a luz, para que as suas obras não sejam reprovadas. 21 Mas quem pratica a verdade vem para a luz, a fim de que as suas obras sejam manifestas, porque são feitas em Deus.

João Batista pregou sobre o Messias que julgaria a humanidade, cortando fora as árvores doentes de sua nação. Mas, Jesus disse a Nicodemos que Ele não queimaria com fogo, mas que veio para salvar. Nosso Salvador é misericordioso. Quando João Batista percebeu o segredo do expiação vicária, ele chamou Jesus de o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Em Seu amor, Deus enviou Seu Filho não apenas para os Judeus, mas para todo o mundo. O termo “mundo” aparece três vezes no verso 17. Isso foi um choque para os Judeus que tratavam os Gentios como cães. Mas, Deus amou todas as nações, tanto quanto a semente de Abraão. Todos merecem julgamento, mas Jesus não veio para condenar, veio para salvar. Desde o início, ele preencheu a imagem da serpente levantada como em sua cruz, para receber o julgamento de Deus sobre a humanidade. O amor de Deus não é racista, ele cobre todas as pessoas.

Então Cristo usa a forte frase: “Quem crê no Filho não é julgado”. Assim, todo medo do dia do juízo se acaba. A fé em Cristo nos livra da morte que em outros momentos nós merecíamos. Você está livre do julgamento se confiar em Jesus.

Aqueles que rejeitam a Salvação de Cristo pensando que não necessitam dela estão cegos, são tolos e estão afastados da graça que ele provê. Aqueles que não acolhem o poder de Cristo, mantém afastados os raios de luz do Espírito Santo. Aquele que despreza a morte de Cristo ou a nega, se rebela contra Deus e escolhe a auto justificação. Todas nossas obras são inadequadas e estamos afastados da glória de Deus.

Jesus explica porque algumas pessoas rejeitam a Salvação: eles amam mais ao pecado que à retidão de Deus e ocultam a luz de Cristo, e assim permanecem fiéis a seus pecados. Cristo conhece nossos corações e a raiz de nossos pensamentos cruéis. As obras dos homens são más. Ninguém é bom em si. Nossos pensamentos, palavras e obras são más desde nosso nascimento. Essas expressões mexeram profundamente com Nicodemos, especialmente por Cristo tê-las introduzido com sentimentos amorosos para derrubar seu orgulho e levá-lo ao arrependimento.

Jesus adicionou que aquele que não confia em Cristo, ama o mal e odeia o bom, permanecendo em seus pecados. A maioria dos homens são hipócritas, escondendo seus pecados atrás de um sorrio devoto. Eles odeiam Cristo, seja ignorantemente ou deliberadamente. Você já confessou seus pecados a Jesus? Se você não confessar seus pecados, você não pode nascer de novo. Então, se humilhe e confesse sua corrupção, confiando em Cristo e você viverá para sempre.

Basicamente, exercitar nossa fé significa fazer o que é certo. Essa prontidão em aceitar a verdade de Deus é uma condição para nossa renovação. Quem entra para a verdade de Cristo não apenas intelectualmente, mas por completo, é moralmente transformado. Os mentirosos se tornam confiáveis, o torto se endireita, o traidor se torna fiel. Aqueles que nascem de novo antes não eram bons, mas confessaram suas falhas e o Deus fiel os perdoou. A santificação se iniciou neles; Ele lhes dá o poder do amor para praticar as obras de Seu Espírito. Deus trabalha nos crentes por Cristo para realizar as obras de paz.

Nós não rejeitamos as obras obras, mas elas não vem de nós, mas de Deus. Não recebemos nenhum crédito; é tudo devido a Sua graça. Isso significa que deixamos a auto justificação baseada em esforços egoístas e nos tornamos abertos à retidão da graça dependente do sangue de Cristo. Todos os que nasceram de novo e que permanecem em Cristo agradam a Deus. Suas vidas se tornaram um eterno agradecimento à Sua graça. O novo nascimento e a vida santa são adorações que agradam a Deus.

ORAÇÃO: Senhor Jesus, te agradecemos por levar sobre si o julgamento do mundo. Nos prostramos a ti porque não teremos de ser julgados porque estamos unidos a ti pela fé. Você nos livrou da ira de Deus. Confessamos a ti nossos pecados; livre-nos da vontade de pecar. Crie em nós os frutos do Espírito para que nossas vidas possam refletir a adoração e o louvor a Deus, o Pai celestial.

PERGUNTA:

  1. Por que os crentes em Cristo não serão julgados?

www.Waters-of-Life.net

Page last modified on April 10, 2012, at 10:34 AM | powered by PmWiki (pmwiki-2.2.109)